Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém

O ex-chefe da inteligência saudita, o Príncipe Turki al-Faisal, criticou o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel, em uma das mais acentuadas reações do reino aliado de Washington no Oriente Médio.
Sputnik

Em uma carta a Trump publicada em um jornal saudita nesta segunda-feira, o príncipe Turki, um ex-embaixador em Washington que agora não ocupa nenhum cargo do governo, mas continua influente, chamou a decisão de uma estratagema política doméstica que provocaria violência.


"O derramamento de sangue e o caos definitivamente seguirão sua tentativa oportunista de ganhar eleitoralmente", escreveu o príncipe Turki em uma carta publicada no jornal saudita al-Jazeera.

Trump inverteu décadas de política dos EUA e virou do consenso da crítica internacional na semana passada, reconhecendo Jerusalém como a capital de Israel. A maioria dos países diz que o status da cidade deve ser deixado para negociações entre Israel e os pales…

China lança à água 1º porta-aviões de produção nacional (video)

O primeiro porta-aviões de produção chinesa foi lançado à água em meio à escalada de tensões na península Coreana.


Sputnik

"O segundo porta-aviões chinês foi lançado à água em 26 de abril no porto de Dalian", informa a agência chinesa Xinhua. 


O primeiro porta-aviões de construção nacional da China durante cerimônia de lançamento em Dalian, província de Liaoning, China, 26 de abril de 2017
Porta-aviões chinês Type 001A © REUTERS/ Stringer

O Type 001A, de 315 metros de comprimento e 75 metros de largura, pesa 70.000 toneladas. O navio foi construído nos estaleiros de Dalian, um porto na província de Liaoning, no norte da China, que faz fronteira com a Coreia do Norte.

Esperava-se que o porta-aviões fosse lançado à água em 23 de abril, no aniversário da Marinha do Exército de Libertação Popular, mas a cerimônia realizou-se uns dias mais tarde.

O primeiro porta-aviões do país Liaoning foi construído na base do cruzador soviético Varyag, comprado à Ucrânia em 1998. O porta-aviões entrou em operação na Marinha chinesa em setembro de 2012. Em novembro de 2012, foram anunciados exercícios bem-sucedidos de aterrissagem de caças J-15 no convés do porta-aviões.


Postar um comentário