Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Brasil comemora 20 anos do fim do conflito entre Peru e Equador

O Brasil irá comemorar nesta terça-feira os 20 anos do fim dos conflitos na fronteira entre Peru e Equador, que se prolongaram por quase 170 anos e que causaram várias guerras, tensões e enfrentamentos entre ambos os países.
EFE

Brasília - O Acordo Global e Definitivo de Paz entre Equador e Peru foi assinado em 26 de outubro de 1998 em Brasília, que voltará a ser palco de um encontro entre representantes dessas duas nações, mas agora para reafirmar "o valor e a eficácia da diplomacia e da solução pacífica de controvérsias", diz o comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

A cerimônia contará com a participação do equatoriano José Ayala Lasso e do peruano Fernando de Trazegnies Granda, que eram os chanceleres de seus países na ocasião da assinatura e tiveram participação ativa nas negociações, e será presidido pelo ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes.

Segundo a nota oficial, a comemoração "também evidencia, uma vez mais, a capacidade regional de responder e…

'EUA apresentam para ONU projeto de resolução sobre Síria com base em relatos falsos'

Segundo a porta-voz do MRE russo, Maria Zakharova, os EUA e outros países apresentaram um projeto de resolução sobre a Síria "completamente" baseado em relatos falsos.


Sputnik

"No dia 4 de abril, a Força Aérea da Síria realizou ataques aéreos contra as posições de extremistas nos arredores orientais da cidade de Khan Shaykhun como parte da liquidação de consequências do recente avanço de terroristas na província de Hama. Equipamento militar e depósitos de munições eram o alvo [de ataques]. No território das instalações estavam localizadas oficinas que produziam minas terrestres contendo substâncias venenosas", disse Zakharova.


Representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova.
Maria Zakharova © Sputnik/ Aleksandr Vilf

A Coalizão Nacional Síria da Oposição e das Forças Revolucionárias comunicou sobre 80 vítimas e 200 feridos em resultado de um ataque com uso de armas químicas na cidade de Khan Shaykhun, na província de Idlib. As forças da oposição declaram que a responsabilidade é do exército sírio.

Anteriormente, no dia 4 de abril, o porta-voz do Ministério da Defesa russo, general Igor Konashenkov, disse que aviões sírios conduziram um ataque aéreo perto da cidade de Khan Shaykhun, na província de Idlib, na Síria, contra um armazém de munições dos terroristas e uma concentração de equipamento militar.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas