Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA oferecem “diálogo direto e sem condições prévias” à Coreia do Norte

Proposta representa uma guinada na postura norte-americana, que exigia renúncia ao arsenal nuclear
Jan Martínez Ahrens | El País

Algo se move. O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, ofereceu nesta terça-feira um “diálogo direto e sem condições prévias” à Coreia do Norte. A proposta, duas semanas após o início da crise provocada pelo último e contundente teste balístico norte-coreano, representa um giro inesperado na postura norte-americana. Deixando de lado a exigência de que Pyongyang renuncie ao seu arsenal nuclear, Washington agora só pede um “período de calma” – uma oferta excepcional em se tratando de um país que ameaçou promover a “destruição total” do rival.

“Não é realista dizer que eles só podem conversar se vierem à mesa preparados para renunciar ao seu programa [de armas atômicas]. Eles investiram muito nisso [...]. Estamos dispostos a conversar com a Coreia do Norte no momento em que ela quiser. Estamos dispostos a uma primeira reunião sem condições prévias. S…

EUA se dizem 'profundamente preocupados' com bombardeios turcos não-autorizados na Síria

Porta-voz do Departamento de Estado disse que os Estados Unidos está profundamente preocupado com a Turquia realizar ações militares na Síria e no Iraque sem a aprovação da coalizão anti-Daesh.


Sputnik


Os Estados Unidos estão profundamente preocupados com a realização de ações militares na Síria e no Iraque sem a aprovação da coalizão anti-Daesh, disse o porta-voz do Departamento de Estado, Mark Toner, durante uma teleconferência nesta terça-feira.

Ofensiva da Turquia na Síria
Ofensiva da Turquia na Síria © REUTERS/ Revolutionary Forces of Syria Media Office

"Estamos muito preocupados, profundamente preocupados que a Turquia realizou ataques aéreos mais cedo hoje no norte da Síria, bem como no norte do Iraque sem coordenação adequada, quer com os Estados Unidos ou a coalizão mais ampla para derrotar Daesh [proscrito na Rússia]", disse Toner.

Postar um comentário