Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Moscou revela fotos de material bélico dos EUA nas posições do Daesh

O Ministério da Defesa da Rússia publicou na sua conta no Facebook fotos aéreas de posições do Daesh (organização proibida na Rússia), perto da cidade de Deir ez-Zor, nas quais se vê material bélico dos EUA.
Sputnik

"Graças às fotografias aéreas captadas entre 8 e 12 de setembro de 2017, perto das posições do Daesh foi detectado um grande número de veículos blindados norte-americanos Hummer que estão em serviço das forças especiais dos EUA", informou o ministério.


Segundo o ministério, nas fotos é claramente visível o posicionamento das forças especiais dos EUA em pontos de apoio que anteriormente foram equipados pelos terroristas. Nas fotos não há nenhuns vestígios de ataques, bem como de confrontos com os terroristas ou crateras provocadas por ataques aéreos realizados pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

"Embora os pontos de apoio dos destacamentos das Forças Armadas dos EUA estejam nas zonas das atuais posições do Daesh, não existem quaisquer vestígios de pre…

EUA se dizem 'profundamente preocupados' com bombardeios turcos não-autorizados na Síria

Porta-voz do Departamento de Estado disse que os Estados Unidos está profundamente preocupado com a Turquia realizar ações militares na Síria e no Iraque sem a aprovação da coalizão anti-Daesh.


Sputnik


Os Estados Unidos estão profundamente preocupados com a realização de ações militares na Síria e no Iraque sem a aprovação da coalizão anti-Daesh, disse o porta-voz do Departamento de Estado, Mark Toner, durante uma teleconferência nesta terça-feira.

Ofensiva da Turquia na Síria
Ofensiva da Turquia na Síria © REUTERS/ Revolutionary Forces of Syria Media Office

"Estamos muito preocupados, profundamente preocupados que a Turquia realizou ataques aéreos mais cedo hoje no norte da Síria, bem como no norte do Iraque sem coordenação adequada, quer com os Estados Unidos ou a coalizão mais ampla para derrotar Daesh [proscrito na Rússia]", disse Toner.

Postar um comentário