Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Países muçulmanos reconhecem Jerusalém como capital do Estado da Palestina

Os países da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI) acordaram nesta quarta-feira reconhecer Jerusalém Oriental como capital do Estado da Palestina e convidaram as outras nações a fazer o mesmo, em resposta à decisão dos EUA de declarar Jerusalém como capital de Israel.
EFE

"Declaramos Jerusalém Oriental como capital do Estado da Palestina e convidamos todos os países a reconhecer o Estado da Palestina com Jerusalém Oriental como sua capital ocupada", indica a minuta da declaração preparada nesta quarta-feira em Istambul por esta organização, formada por 57 países de maioria muçulmana.


A OCI, formada por 57 países de maioria muçulmana, inclui desde sua fundação em 1969 a Palestina como membro pleno, com sua capital em Jerusalém.

O documento, apresentado pelos "reis, chefes de Estado e de Governo dos Estados membros da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI)", apresenta em 23 pontos a postura do mundo muçulmano perante a decisão dos EUA.

Nesse texto, a OCI &quo…

Iemenitas ameaçam atacar capital da Arábia Saudita com mísseis soviéticos modernizados

O representante militar do movimento iemenita Ansar Allah, major-general Sharaf Lakman, disse à Sputnik Árabe, que os especialistas iemenitas foram capazes de reparar os sistemas de controle via rádio dos mísseis danificados pelos ataques aéreos da coalizão.


Sputnik

Além disso, foi realizada sua modernização para uma melhor conformidade aos objetivos militares definidos.

Mulheres leais ao movimento houthi em Sanaa, Iêmen
Mulheres do movimento Houthi © REUTERS/ Khaled Abdullah

Como exemplo, Sharaf Lakman em uma entrevista à Sputnik Árabe refere o míssil soviético da classe "terra-ar" Sam-2 que foi convertido em classe de mísseis "terra-terra" com um alcance de 350 km. Agora, os iemenitas podem atingir com a sua ajuda alvos na Arábia Saudita. Nos armazéns há grandes estoques desses mísseis.

Segundo ele, à disposição do movimento há mísseis de diferentes alcances, incluindo Scud, cujo alcance é de até 1.000 km. Isto torna possíveis os ataques contra a capital saudita Riad. O alcance de outro modelo destes mísseis é de 800 km.

Devido ao bloqueio, os iemenitas têm que usar seu intelecto e aquilo que têm em armazéns, disse o major-general. A situação é tal que não há oportunidade para comprar novas armas e os ataques das forças hostis vêm do céu, de terra e do mar, já os iemenitas têm que resistir apenas com ajuda de forças terrestres.



Postar um comentário