Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Estados Unidos elaboram sistema transportável de luta contra drones

A companhia norte-americana Sierra Nevada elaborou uma instalação compacta para luta contra drones que pode ser instalada em picapes e funcionar eficazmente durante o movimento, informa o portal Defense News.
Sputnik

O novo sistema chamado X-Madis pode detectar, identificar e atingir os alvos com meios de guerra eletrônica mesmo em movimento à velocidade de até 80 km/h. Entretanto, para usar o sistema basta um só operador que o poderá dirigir da cabine do veículo, comunica o portal.

Segundo explicaram na companhia, o X-Madis pode ser instalado em várias plataformas móveis, tais como picapes pesadas, veículos todo-o-terreno leves ou barcos.

Além disso, o sistema já foi testado em vários tipos de veículos militares que estão em serviço do exército norte-americano.

O novo dispositivo foi apresentado na exposição SOFIC 2018 que atualmente está sendo realizada em Tampa, no estado norte-americano da Flórida.

Japão se prepara para reagir a 'ações ativas' em contexto de tensão elevada

Em abril, a Coreia do Norte pode empreender uma série de ações ativas, acredita o ministro das Relações Exteriores japonês, Fumio Kishida.


Sputnik


De acordo com a agência NHK, Kishida acredita que a Coreia do Norte atingiu um novo nível de ameaça e que há a possibilidade que ela empreenda ações ativas já em abril, visto que neste mês Pyongyang celebra vários aniversários nacionais.

Soldados da Força de Auto-Defesa do Japão participam da cerimónia de abertura da nova base militar na ilha Yonaguni na prefeitura de Okinawa, Japão, 28 de março de 2016
Cerimônia em uma base militar de Okinawa, Japão © REUTERS/ Kyodo

O chanceler frisou que as autoridades japonesas continuam analisando escrupulosamente a situação e se preparando para qualquer cenário.

Mais cedo, foi revelado que os EUA enviaram para Okinawa, parte meridional do Japão, um avião de observação atmosférica WC-135 devido às tensões crescentes em torno de possíveis testes nucleares e de mísseis balísticos norte-coreanos.

Postar um comentário