Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Opinião: EUA provocam novos testes da Coreia do Norte

A Rússia está pronta a influenciar a Coreia do Norte nas negociações sobre o programa nuclear, mas isso é impossível se as provocações perto das fronteiras deste país não pararem, comunicou à Sputnik chefe do Comitê da Defesa e Segurança do Conselho da Federação Russa, Vitor Ozerov.


Sputnik


A Coreia do Norte realizou novo lançamento de um míssil balístico na quarta-feira (05) na área de Sinpo. Segundo a informação de Seul, o míssil voou cerca de 60 quilômetros e caiu no mar do Japão. As forças da Coreia do Sul estão em estado de alerta máximo. 

Lançadores múltiplos de foguetes vistos quando estavam disparando durante um treinamento em lugar desconhecido da Coreia do Norte.
Lançadores de foguetes da Coréia do Norte durante exercício militar © REUTERS/ KCNA

"Estamos prontos a usar a nossa influência nas negociações com a Coreia do Norte, mas quando os EUA exercem permanentemente pressão sobre Pyongyang, realizam exercícios conjuntos com a Coreia do Sul perto das fronteiras norte-coreanas e quando desenvolvem o novo sistema da defesa antimíssil na região, nestas condições é difícil para a Rússia falar com Pyongyang", acrescentou o senador russo Vitor Ozerov.

As negociações sobre a desnuclearização da Península da Coreia se iniciaram em agosto de 2003, com a participação de diplomatas da Rússia, da Coreia do Norte, da Coreia do Sul, dos EUA, da China e do Japão. Como resultado, a Coreia do Norte não só congelou o seu programa nuclear mas começou desmontar seu reator nuclear. No entanto, em 2008 o diálogo parou, após os EUA e a Coreia do Norte não terem conseguido acordar os meios de verificação da lista de programas nucleares apresentada por Pyongyang.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas