Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Opinião: países da península Coreana estão à beira da guerra

Os países da península Coreana estão à beira da guerra, comunicou o secretário do Conselho da Segurança da Rússia, Nikolai Patrushev.


Sputnik


Os problemas dessa região não podem ser subestimados, acrescentou ele falando na sexta Conferência de Segurança Nacional em Moscou.

Exército Popular da Coreia apresenta, em desfile, complexos de lançamento de mísseis balísticos intercontinentais em abril de 2017
Desfile militar na Coreia do Norte © Sputnik/ Ilia Pitalev

A situação na península Coreana se agravou após uma série de testes de mísseis balísticos levados a cabo pela Coreia do Norte. Vários deles caíram perto do Japão.

Em resposta, os EUA enviaram o grupo de navios de guerra para a região da Coreia.

Há pouco, a Coreia do Sul começou a instalação do sistema antimíssil THAAD norte-americano no seu território.

A China se manifesta contra o THAAD, Moscou por seu lado acha que os EUA estão instalando um sistema para conter o potencial da Rússia e da China sob pretexto da ameaça crescente por parte da Coreia do Norte.

Postar um comentário