Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Síria pede ação da ONU contra o terrorismo

O Ministério das Relações Exteriores da Síria pediu que as Nações Unidas juntem esforços com Damasco no combate ao terrorismo neste domingo, um dia após um grande ataque que provocou a morte de dezenas de refugiados perto da cidade de Aleppo.


Sputnik


A chancelaria síria enviou duas cartas idênticas para a ONU e para o Conselho de Segurança da organização, destacando que o pedido de ajuda se estende a toda a comunidade internacional. 

Integrantes do Conselho de Segurança da ONU (arquivo)
ONU © REUTERS/ Eduardo Munoz 

"O governo da República Árabe da Síria reitera a necessidade urgente de unificar os esforços da comunidade internacional para combater o terrorismo, em total coordenação e cooperação com o governo sírio, e de parar as tentativas de ignorar o fato da prioridade de combater o terrorismo, para restaurar a segurança e a estabilidade na Síria e na região como um todo", dizem os documentos, de acordo com a agência SANA.

No último sábado, um atentado suicida levou à morte de mais de 70 pessoas que eram transportadas em um comboio que seguia das cidades de Foua e Kafraya para Aleppo. Outras 100, pelo menos, ficaram feridas no incidente.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas