Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

PropHiper - Mais rápido do que uma bala

Pesquisadores brasileiros desenvolvem veículo aéreo que se deslocará em velocidade hipersônica
DefesaNet

Se tudo correr como planejado, a Força Aérea Brasileira (FAB) realizará dentro de dois anos o ensaio em voo do primeiro motor aeronáutico hipersônico feito no país. O teste integra um projeto mais amplo cujo objetivo é dominar o ciclo de desenvolvimento de veículos hipersônicos, que voam, no mínimo, a cinco vezes a velocidade do som, ou Mach 5.
Mach é uma unidade de medida de velocidade correspondente a cerca de 1.200 quilômetros por hora (km/h). O programa é coordenado pelo Instituto de Estudos Avançados (IEAv), um dos centros de pesquisa do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) da FAB, em parceria com a empresa Orbital Engenharia, ambos de São José dos Campos (SP).

Além do motor hipersônico, o projeto Propulsão Hipersônica 14-X (PropHiper), iniciado em 2006, prevê a construção de um veículo aéreo não tripulado (VANT), onde o motor será instalado. Batizado de 14-X, …

Tayyip Erdogan: Turquia apoiará possível operação dos EUA na Síria

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou hoje que o seu país dará apoio aos Estados Unidos se Washington decidir lançar uma nova operação militar na Síria, conforme cogitou o líder americano, Donald Trump.


Sputnik

Na última quarta-feira, os EUA anunciaram que estavam considerando uma ação militar unilateral na Síria por conta do recente ataque com arma química em Idlib, mas não explicaram que tipo de operação seria essa. Atualmente, os americanos lideram uma coalizão internacional composta por dezenas de parceiros na luta contra o grupo terrorista Daesh tanto na Síria como no Iraque. 


Resultado de imagem para recep tayyip erdogan
Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia

Forças da oposição síria acusam o governo de estar por trás do ataque, que deixou cerca de 80 mortos e mais de 200 feridos. O presidente Bashar Assad, que concordou com autoridades internacionais em destruir todas as armas químicas do país em 2013, afirma que o regime não é responsável por esse crime e que nunca atacou o seu próprio povo.

Até o momento, não foram encontradas evidências ligando o Exército Árabe Sírio a esse ataque, motivo que levou a Rússia a pedir mais responsabilidade por parte do Ocidente antes de fazer acusações. No entanto, Donald Trump, convicto da culpa de Assad, disse que esse incidente não será tolerado e que sua atitude em relação ao presidente sírio mudou.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas