Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia: EUA provocaram combates em Idlib para impedir o avanço sírio em Deir ez-Zor

Os militantes da Frente al-Nusta iniciaram uma ampla ofensiva contra as posições das tropas sírias ao norte e nordeste da cidade de Hama, na zona de desescalada de Idlib, informou o ministério da Defesa da Rússia nesta quarta-feira.
Sputnik

Segundo o ministério russo, a ofensiva terrorista foi uma manobra dos serviços de inteligência dos EUA para impedir o avanço das tropas sírias em Deir ez-Zor.


Os militantes da Frente al-Nusta iniciaram uma ampla ofensiva contra as posições das tropas sírias ao norte e nordeste da cidade de Hama, na zona de desescalada de Idlib.

"Apesar dos acordos assinados no dia 15 de setembro em Astana, os combatentes da Frente al-Nusra e seus aliados, que se negaram a cumprir as condições do regime de cessar-fogo, iniciaram uma ampla ofensiva contra as tropas governamentais, a partir das 8hs da manhã do dia 19 de setembro, ao norte e nordeste da cidade de Hama, na zona de desescalada de Idlib", informa o comunicado.

Durante o dia, os terroristas conseguira…

Al Jazeera realiza filmagens encenadas sobre uso de armas químicas

Al Jazeera realiza filmagens encenadas sobre uso alegado de armas químicas pelo exército sírio.


Sputnik

Recentemente, equipes da emissora do Catar Al Jazeera realizaram filmagens encenadas sobre o alegado uso de armas químicas pelo exército sírio contra civis, o cliente e o patrocinador que encomendaram a filmagem se encontram num país europeu, disse à Sputnik uma fonte diplomático-militar.


Membros da Defesa Civil da Síria procuram vítimas entre os destroços do prédio destruído, depois de ataques aéreos no bairro de Qatarji, na cidade de Aleppo em 17 de outubro de 2016
Aleppo, Síria © AFP 2017/ KARAM AL-MASRI

"A eficácia do espetáculo de TV dos Capacetes Brancos, em que é mostrado o alegado ataque químico com gás sarin efetuado pelas autoridades sírias em Khan Shaykhun, inspirou os terroristas para continuarem filmando este seriado encenado. De acordo com a informação confirmada por vários canais, equipes de vídeo da emissora Al Jazeera realizaram recentemente filmagens encenadas sobre o uso de armas químicas contra a população civil", disse a fonte.

Segundo ela, nas filmagens em questão estiveram envolvidos 30 carros de bombeiros e ambulâncias, bem como 70 moradores locais com crianças trazidos de campos de refugiados.

"Para dar naturalidade ao vídeo, as filmagens foram feitas com celulares de vários ângulos, bem como com um drone. Depois do fim do 'processo de filmagem' cada participante, incluindo as crianças, recebeu mil libras sírias e um conjunto de produtos alimentícios", acrescentou.

"A múltipla publicação dos vídeos com esta falsificação de grande envergadura, acompanhada de comentários 'gritantes' nas redes sociais, deve ser feita nos próximos dias [antes de domingo 7 de abril] por ordem específica do cliente e do patrocinador das filmagens a partir de um dos países europeus", disse a fonte.



Postar um comentário