Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha e Aeronáutica do Brasil auxiliam buscas a submarino argentino desaparecido, diz ministro

Segundo Raul Jungmann, três navios e um avião brasileiros já foram disponibilizados. Última vez que o submarino militar com 44 pessoas a bordo manteve contato com a base foi na quarta-feira (15).
Por G1, Brasília

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, publicou em seu perfil no Twitter neste sábado (18) que três navios da Marinha brasileira "já estão auxiliando" nas buscas a um submarino argentino que desapareceu com 44 tripulantes a bordo.

Ainda segundo o ministro, a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou um avião para também ajudar na procura pelo submarino e um segundo avião "será deslocado para apoiar as buscas do submarino argentino desaparecido" a partir deste domingo (19).

O submarino militar ARA San Juan manteve contato com a base pela última vez na manhã de quarta-feira (15), quando estava no sul do Mar Argentino, a 432 quilômetros da costa patagônica do país.

De acordo com a FAB, o primeiro avião disponibilizado pelo Brasil decolou, com 18 tripulantes, às 17…

Exército sírio toma posições estratégicas na província de Homs

Exército sírio estabeleceu o controle sobre a cadeia montanhosa Al-Shumariya, na parte oriental da província de Homs, forçando os terroristas a fugirem.


Sputnik


Uma fonte militar contou à Sputnik Árabe que, após combates intensos, o exército libertou uma zona com 13 quilômetros de largura e o comprimento de 9 quilômetros.

Combate do exército sírio com militantes do Daesh no deserto perto da cidade de Homs
Tanques do exército sírio em Homs © Sputnik. 

Agora os combates continuam na área das montanhas Al-Shumariya, perto de Jab al-Jirah, na parte oriental de Homs.

O exército sírio também estabeleceu o controle sobre as cotas Tel al-Triks e Tel al-Ialam nas montanhas de AL-Shumariya. Dezenas de terroristas morreram e foram feridos no decurso destes combates. A ofensiva se tornou possível.

Segundo uma fonte da Sputnik Árabe, o exército não permitiu a conquista das posições-chave a oeste da povoação de Maksir al-Hisan, perto das montanhas Al-Shumariya. Em resultado dos combates, muitos terroristas foram mortos, os restantes fugiram.

A fonte desmentiu a informação de que o exército suspendeu a operação de libertação da parte norte da província de Hama. O exército continua sua ofensiva contra as posições dos terroristas e está reforçando suas posições em todas as frentes.

Na cidade de Daraa, o exército está atacando as fortificações dos militantes nos bairros de Tarik al-Sad, al-Abasiaya e al-Furn em torno de Jumruk al-Kadim e nos arredores sudeste da cidade, comunicou a fonte.

Postar um comentário