Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Águas agitadas: Marinha da Rússia realiza exercícios paralelos aos da OTAN no mar Negro

A marinha russa anunciou, nesta quarta-feira, o início de exercícios na Crimeia e no mar Negro para verificar a prontidão da Frota do Mar Negro. Após um alarme, diversos navios zarparam e iniciaram manobras de preparação para o combate.


Sputnik


"O comando militar da região sudeste deu início aos testes de prontidão das forças da Frota do Mar Negro, no âmbito da qual diversos grupos de combate, em terra e navais, foram acionados por alarme. Está sendo realizada a verificação dos quadros e da organização do comando das forças, bem como a capacidade das unidades de realizar objetivos designados. As manobras verificaram a reação aos alarmes das unidades em terra e nos pontos de plantão, enquanto as tripulações dos navios se deslocaram para os polígonos de combate", informou o comunicado dos militares russos. 

Frota do mar Negro e do mar Cáspio participando dos exercícios militares Kavkaz 2016
Frota do Mar Negro | Ministério da Defesa da Rússia

Foi destacado que, após o sinal de alarme, navios equipados de mísseis, contratorpedeiros e unidades antissubmarinas zarparam para o mar. As manobras estão previstas para durarem por dias e serão realizadas no mar Negro, nas proximidades da Crimeia.

A verificação da marinha russa ocorre em paralelo aos exercícios militares da OTAN e da Ucrânia — Sea Breeze 2017 — realizados também no mar Negro.

Os exercícios navais, que começaram na segunda-feira e que duram até o dia 23 de julho, estão sendo realizados na parte noroeste do mar Negro, nas regiões Odessa e Nykolaev. Representantes de 16 países, incluindo França, Turquia, Reino Unido, e os Estados Unidos participam das atividades, que envolvem 31 navios, 29 aeronaves e mais de 3 mil soldados.

Postar um comentário