Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA confirmam linha estratégica de 'desmembramento da Síria', diz analista

Os EUA declararam que não querem restaurar as regiões na Síria que estão sob o controle de Damasco. O especialista Vladimir Fitin explica na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik o que busca Washington.
Sputnik

Os EUA não querem ajudar na reconstrução das regiões na Síria que ficam sob o controle do presidente sírio Bashar Assad, declarou um alto funcionário dos EUA após o primeiro dia do encontro dos ministros das Relações Exteriores do G7.


Em janeiro, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que Washington não iria ajudar a Rússia, o Irã e Damasco oficial na restauração do país, enquanto a "transformação política" da Síria não se realizasse. Segundo declarou o assistente adjunto do secretário de Estado dos EUA para o Médio Oriente, David Satterfield, a condição da ajuda é a reforma constitucional e eleições sob os auspícios da ONU.

O analista do Instituto dos Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik comentou a decla…

China envia tropas para sua primeira base militar estrangeira

China envia militares para a sua primeira base militar estrangeira na República de Djibuti, pequeno país no nordeste da África.


Sputnik

A cerimônia solene do envio das tropas foi organizada no porto de Zhanjiang. Segundo a agência Xinhua, a decisão de criação da base do Exército de Libertação Popular (ELP) foi tomada pelos governos dos dois países, após negociações amistosas. Sublinha-se que esta inciativa é de interesse comum da China e Djibuti, informou South China Morning Post.

Militares chineses partem para Djibuti
Militares chineses partindo para Djibuti © REUTERS/ Stringer

Os militares chineses começaram a construir o complexo no ano passado. Trata-se da instalação da base naval para apoio a navios da Marinha do Exército de Libertação Popular da China, que participam de missões humanitárias e de paz ao longo da costa do Iêmen e da Somália. Não há informação sobre quando ela estará funcionando completamente.

Djibuti é um dos países do nordeste da África. Sua população equivale a 740 mil pessoas. No território do pais já há pontos de abastecimento da Marinha dos EUA, França e Japão.


Postar um comentário