Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha e Aeronáutica do Brasil auxiliam buscas a submarino argentino desaparecido, diz ministro

Segundo Raul Jungmann, três navios e um avião brasileiros já foram disponibilizados. Última vez que o submarino militar com 44 pessoas a bordo manteve contato com a base foi na quarta-feira (15).
Por G1, Brasília

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, publicou em seu perfil no Twitter neste sábado (18) que três navios da Marinha brasileira "já estão auxiliando" nas buscas a um submarino argentino que desapareceu com 44 tripulantes a bordo.

Ainda segundo o ministro, a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou um avião para também ajudar na procura pelo submarino e um segundo avião "será deslocado para apoiar as buscas do submarino argentino desaparecido" a partir deste domingo (19).

O submarino militar ARA San Juan manteve contato com a base pela última vez na manhã de quarta-feira (15), quando estava no sul do Mar Argentino, a 432 quilômetros da costa patagônica do país.

De acordo com a FAB, o primeiro avião disponibilizado pelo Brasil decolou, com 18 tripulantes, às 17…

Coreia do Norte: EUA estão brincando com fogo em cima da pólvora

A Coreia do Norte condenou os treinamentos norte-americanos com o uso de bombardeiros estratégicos B-1 Lancer sobre a península coreana, acrescentando que essa ação poderia desencadear uma nova guerra mundial.


Sputnik

"Um simples erro de cálculo ou um julgamento errado podem desencadear um conflito nuclear, o que, por sua vez, provocaria, certamente, uma nova guerra mundial", destaca o jornal oficial do Partido dos Trabalhadores da Coreia, Rodong Sinmun.


Bombardeiro estratégico dos EUA B-1 Lancer, arquivo
Bombardeiro B-1 Lancer dos EUA © AP Photo/ US Air Force, Airman 1st Class Zachary Hada

O artigo compara as missões de bombardeiros estratégicos dos EUA na península coreana, com a loucura de "brincar com o fogo em cima de um depósito de pólvora".

Dois bombardeiros norte-americanos B-1 Lancer realizaram no sábado um novo exercício com a Força Aérea sul-coreana, três dias depois de Pyongyang declarar ter realizado com sucesso o teste de primeiro míssil balístico intercontinental e que, de acordo com militares da Rússia e os EUA, foi um míssil de alcance intermediário.

Os bombardeiros estratégicos B-1 Lancer, pertencentes à base aérea de Andersen, em Guam, são aviões supersônicos com quatro motores de propulsão a jato e asas de geometria variável.


Postar um comentário