Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Curdos desmentem nova entrada de tropas turcas no norte da Síria

A informação sobre a entrada de tropas turcas em algumas povoações na região de Kobane, no norte da Síria, não é verdadeira, disse à Sputnik o representante oficial do Partido de União Democrática curdo.


Sputnik

Este domingo (30), várias mídias curdas noticiaram que as tropas turcas entraram na região de Kobane, no norte da Síria, instalando lá suas forças.


Soldados turcos na Síria
Soldados turcos na Síria © AFP 2017/ BULENT KILIC

Foi informado também que os militares turcos estariam minando o território.

"Esta informação é falsa. Posso confirmar que o exército turco não tinha entrado nas povoações da região de Kobane", afirmou o representante.

As Unidade de Proteção Popular (YPG) curdas alegadamente advertiram os militares turcos que, caso eles não deixassem o território na região de Kobane, dariam uma resposta, segundo a agência curda ANHA.

Antes, a agência curda Hawar News noticiou que o Conselho Constituinte da autoproclamada Federação do norte da Síria tinha indicado as datas das eleições para os órgãos de autogestão de diferentes níveis.
O Curdistão sírio se autoproclamou como "região federal" no norte da Síria constituída por três cantões: Afrin, Jazira e Kobane.

A Turquia acredita que os grupos curdos da Síria têm laços estreitos com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), proibido na Turquia, temendo que os curdos turcos sigam o exemplo dos curdos sírios que estão exigindo autonomia.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas