Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

KC-390 da Embraer conclui tour global de demonstração com sucesso

Portal R3

O novo jato multimissão de transporte militar e reabastecimento em voo KC-390 encerrou nesta semana um bem-sucedido tour de demonstração de 40 dias, no qual sobrevoou 19 países e foi apresentado a nove nações na Europa, África, Ásia e Oceania. No total, foram registradas 130 horas de voo sem qualquer ocorrência, incluindo vários voos de demonstração com representantes de potenciais operadores.


KC-390 da Embraer. (Foto: Divulgação)

A aeronave partiu da Unidade de Gavião Peixoto, no interior de São Paulo, em direção à Suécia, onde foi exibida ainda antes de seguir para o aeroporto de Le Bourget, nos arredores de Paris. Lá, o KC-390 esteve exposto durante a 52ª edição do Paris Air Show, realizada em junho, e se exibiu pela primeira vez em um show aéreo, tornando-se um dos destaques do evento. Depois da França, o KC-390 seguiu para sua série de demonstrações, antes de retornar ao Brasil esta semana.

“Este tour permitiu que vários representantes de potenciais operadores tivessem contato com o KC-390 e pudessem conhecer de perto toda sua flexibilidade, que o torna capaz de realizar uma ampla gama de missões”, disse Jackson Schneider, CEO e Presidente da Embraer Defesa & Segurança. “Todos que tiveram oportunidade de voar a aeronave elogiaram suas capacidades operacionais e o avançado projeto que incorpora tecnologias comprovadas de última geração.”

A aeronave demonstrou grande robustez e apresentou 100% de disponibilidade durante todo o tour, no qual foram realizados 52 pousos, em 18 países diferentes. No total, o KC-390 percorreu 91.743 km (ou 49.537 milhas náuticas), o equivalente a mais de duas voltas completas na Terra pela linha do Equador. Durante as demonstrações, o avião pôde ser avaliado em decolagens de grandes altitudes e altas temperaturas, em navegação a baixa altura (chegando a voar com 49ºC de temperatura ambiente) e simulando condições operacionais, como o lançamento de paraquedistas.

“Estamos muito satisfeitos com a maturidade já alcançada pelo produto e temos plena confiança de que a certificação virá dentro do cronograma previsto. Em breve, o KC-390 estará totalmente pronto para cumprir todos os requisitos para os quais foi projetado, tornando-o um verdadeiro multiplicador de forças com potencial para atender a qualquer nação”, disse Schneider.

O KC-390 é uma aeronave de transporte tático desenvolvida para estabelecer novos padrões na sua categoria, apresentando ao mesmo tempo o menor custo do ciclo de vida do mercado. É capaz de realizar diversas missões, como transporte de carga, tropa ou paraquedistas, reabastecimento aéreo, além de apoio a missões humanitárias, busca e resgate, evacuação médica e combate aéreo a incêndios. O KC-390 transporta até 26 toneladas de carga a uma velocidade máxima de 470 nós (870 km/h), com capacidade para operar em ambientes hostis, incluindo pistas não-preparadas ou danificadas.

Trata-se de um projeto da Força Aérea Brasileira (FAB) que, em 2009, contratou a Embraer para realizar o desenvolvimento da aeronave. A campanha de testes do KC-390 está avançando de forma extremamente satisfatória, atendendo todos os requisitos da aeronave e validando os objetivos de desempenho e capacidade previstos por meio do uso de avançadas ferramentas de engenharia. Desde o início da campanha de testes em voo, em outubro de 2015, os protótipos do KC-390 têm apresentado uma alta taxa de disponibilidade, acumulando mais de 1.200 horas de voo. A Capacidade Operacional Inicial deve ser atingida até o final deste ano e as entregas estão programadas para começar no primeiro semestre de 2018.


Postar um comentário