Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Novas sanções dos EUA contra a Rússia podem ser um tiro no pé?

As novas sanções dos EUA contra a Rússia podem ter efeitos imprevisíveis em Washington, segundo Angela Stent, diretora do Centro de Estudos Eurasiáticos, Russos e do Leste Europeu da Universidade de Georgetown.


Sputnik

Em seu artigo para a revista The National Interest ela destacou que a nova medida afeta os interesses de empresas norte-americanas e europeias.


A UE e os EUA não conseguem alcançar uma solução mutuamente aceitável
© flickr.com/ akob Huber/ECI Stop TTIP!

"Se [o projeto de lei] for aprovado em seu formato atual, a medida será um golpe não só para a Rússia, mas também para empresas americanas e europeias, em função das limitações que serão impostas e que afetam os projetos na área de energia com participação de empresas russas", explica a especialista.

Ela destacou que as sanções afetam, inclusive, a construção do gasoduto Nord Stream - 2 (Corrente do Norte), projeto apoiado e com a participação da Alemanha e de outros países europeus.

"Alguns funcionários europeus já avisaram que UE poderá rever o regime de sanções [antirrussas] elaborado durante a administração de Obama, se esta nova lei for aprovada. Isso, é claro, será uma boa notícia para o Kremlin", adicionou Stent.

No dia 27 de julho, o Senado dos EUA aprovou o projeto de lei que amplia as sanções contra a Rússia, o Irã e a Coreia do Norte.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas