Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Sérvia apresenta novo material bélico com armas mortíferas para exportação (VÍDEO)

A empresa sérvia Yugoimport-SDPR desenvolveu o novo morteiro autopropulsado Aleksandar de 155 mm.


Sputnik

O morteiro foi apresentado durante a exposição militar Partner 2017, realizada na capital e maior cidade do país, Belgrado, comunica o Defence blog. 

O novo sistema de artilharia Aleksandar
Novo sistema de artilharia Aleksandar © Sputnik/ Radoје Pantovih

O novo Aleksandar é um morteiro autopropulsado com sistema de carregamento de munição completamente automatizado e instalado nos chassis de caminhão Tatra 8x8.

O morteiro autopropulsado de 155 mm possui um alcance operacional de até 32,5 km, mas a distância pode ser aumentada para até 52 km com a utilização de projéteis especiais.

Vale destacar que a Yugoimport-SDPR vai entregar o novo morteiro autopropulsado para o Exército do Paquistão e para as Forças Armadas de Bangladesh.


Postar um comentário