Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Ucrânia investirá mais US$ 60 milhões na compra de equipamentos militares

O governo da Ucrânia decidiu alocar mais de 60 milhões de dólares adicionais para a compra de novos armamentos, além de 540 milhões para a construção de uma fábrica de munições.


Sputnik


"Entre outras coisas, 1,6 bilhão de grívnias (61,5 milhões de dólares) serão gastos na compras de novas armas e equipamentos militares", afirmou o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, em discurso para o Conselho Nacional de Segurança e Defesa nesta segunda-feira. 

Presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, faz discurso para militares das Forças Armadas do país no aeródromo de Chuguyevo, Ucrânia (arquivo)
Presidente da Ucrânia Piotr Poroshenko em discurso para militares ucranianos © Sputnik/ Mikhail Palinchak

De acordo com o chefe de Estado, os recursos adicionais permitirão aumentar a produção de tanques e mísseis, por exemplo, entre outros equipamentos. Sobre a fábrica de munições, o presidente explicou que a construção é necessária para garantir que a produção doméstica esteja de acordo com os padrões da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), e, assim, equivalente aos produtos da aliança.

Postar um comentário