Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Ucrânia investirá mais US$ 60 milhões na compra de equipamentos militares

O governo da Ucrânia decidiu alocar mais de 60 milhões de dólares adicionais para a compra de novos armamentos, além de 540 milhões para a construção de uma fábrica de munições.


Sputnik


"Entre outras coisas, 1,6 bilhão de grívnias (61,5 milhões de dólares) serão gastos na compras de novas armas e equipamentos militares", afirmou o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, em discurso para o Conselho Nacional de Segurança e Defesa nesta segunda-feira. 

Presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, faz discurso para militares das Forças Armadas do país no aeródromo de Chuguyevo, Ucrânia (arquivo)
Presidente da Ucrânia Piotr Poroshenko em discurso para militares ucranianos © Sputnik/ Mikhail Palinchak

De acordo com o chefe de Estado, os recursos adicionais permitirão aumentar a produção de tanques e mísseis, por exemplo, entre outros equipamentos. Sobre a fábrica de munições, o presidente explicou que a construção é necessária para garantir que a produção doméstica esteja de acordo com os padrões da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), e, assim, equivalente aos produtos da aliança.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas