Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

'A vitória está perto': forças sírias e russas planejam perseguir Daesh até Deir ez-Zor

A luta contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) na Síria entrou na sua fase final e a derrota completa do grupo terrorista depende apenas de alguns fatores, disse o especialista em Oriente Médio Dmitry Egorchenkov.


Sputnik

"Tomando em conta o ritmo da ofensiva do Exército sírio, os terroristas não devem oferecer qualquer resistência forte, inclusive em Deir ez-Zor. Suas rotas de abastecimento foram cortadas. Além disso, a aviação russa continua seus ataques aéreos", disse Egorchenkov ao serviço russo da Rádio Sputnik.


Soldado do exército sírio no tanque
Tropas do exército sírio © Sputnik/ Morad Saeed

Segundo o especialista, a vitória completa sobre o grupo terrorista não deve demorar.

"Sua derrota já está perto, eu diria. Mas ela dependerá de vários fatores, em particular do abastecimento, planejamento das operações e recursos do Exército sírio. É uma grande área deserta em que deve ser dada atenção especial ao planejamento das operações. Por outro lado, não acho que o Daesh tenha chance de receber qualquer apoio adicional material ou financeiro", acrescentou Egorchenkov.

Na segunda feira (21), o Ministério da Defesa russo informou que a parte central da Síria foi quase completamente libertada dos terroristas do Daesh.

"A libertação da parte central da Síria dos terroristas está perto do fim", disse o chefe operacional do Estado-Maior General da Rússia, Sergei Rudskoi.

Rudskoi acrescentou que a província de Aleppo foi completamente libertada.

Mais cedo naquele mesmo dia, a Força de Defesa Aeroespacial Russa destruiu um comboio do Daesh, que estava se dirigindo para os arredores da cidade de Deir ez-Zor, eliminando mais de 200 terroristas e destruindo mais de 20 automóveis com armas de grande calibre.

"A destruição do Daesh na região de Deir ez-Zor configurará a derrota estratégica do grupo terrorista internacional na República Árabe da Síria", declarou em comunicado do Ministério da Defesa da Rússia.


Postar um comentário