Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Coreia do Norte afirma que Seul e Washington deitam lenha no fogo com exercícios conjuntos

A Coreia do Norte condenou os exercícios militares conjuntos dos EUA e Coreia do Sul que estão marcados para o final deste mês, sublinhado que estas ações apenas "deitam lenha no fogo".


Sputnik

O jornal do Partido dos Trabalhadores da Coreia, Rodong Sinmun, considerou o treinamento como "a expressão mais explícita de hostilidade" em relação ao Norte, e disse que "ninguém pode garantir que os exercícios não resultarão em um confronto real".


Militares sul-coreanos e norte-americanos durante exercícios militares conjuntos da Coreia do Sul e EUA, cidade portuária de Pohang, Coreia do Sul, 7 de março de 2016
Militares sul-coreanos e norte-americanos em exercício militar © AFP 2017/ YONHAP

"Os EUA erram como nunca se se deixam levar pela ideia de que uma guerra na península coreana ficaria à porta de alguém muito longe, do outro lado do Pacífico", resumiu a agência sul-coreana Yonhap o editorial do jornal.

A Coreia do Sul e os EUA planejam realizar as manobras conjuntas Ulchi Freedom Guardian de 21 a 31 de agosto.

Em meados deste mês, a Coreia do Norte ameaçou disparar seus mísseis contra a ilha americana de Guam, embora o líder norte-coreano, Kim Jong-um, tenha dado a entender mais tarde que o plano de ataque foi adiado à espera de que os EUA deem passos em direção à distensão na península da Coreia.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas