Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vários mortos no confronto entres as forças de Maduro e rebeldes armados

Desfecho sangrento aconteceu durante a operação de captura de Óscar Pérez, que está entre os mortos.O piloto sobrevoou prédios do governo com um helicóptero roubado da polícia em junho do ano passado
Maolis Castro e Florantonia Singer | El País

Vários integrantes do grupo liderado pelo ex-policial Óscar Pérez morreram em um confronto com um coletivo – civis armados chavistas – e um comando da Força de Ações Especiais da Polícia Nacional, em que também morreram dois agentes e um militante chavista. Outros cinco membros do grupo foram presos em uma casa na região de El Junquito, no oeste de Caracas. 

O Governo venezuelano confirmou no início desta tarde que o próprio Pérez está entre os mortos. Seu nome se tornou conhecido em junho, quando roubou um helicóptero da polícia e sobrevoou a sede do Supremo Tribunal de Justiça e do Ministério do Interior. Nunca, em 18 anos de chavismo, ocorreu algo parecido na Venezuela.


O ex-inspetor do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalística…

Coreia do Sul: exercícios conjuntos com EUA são rotina e não uma provocação

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, declarou que as autoridades da Coreia do Norte não devem usar os exercícios militares conjuntos das tropas sul-coreanas e norte-americanas como um pretexto para provocações, informou a agência de notícias Yonhap.


Sputnik

Segundo o líder da Coreia do Sul, o seu país não busca a escalação das tensões na península da Coreia.


O tanque norte-americano M1A2 durante exercícios conjuntos dos EUA e a Coreia do Sul na cidade fronteiriça de Yeoncheon, a nordeste de Seul, em 30 de maio de 2013
Tanque norte-americano M1A2 © AFP 2017/ JUNG YEON-JE

"São exercícios anuais de caráter defensivo…Não buscamos de forma alguma a escalação das tensões na península da Coreia", citou a agência as palavras do presidente.

A Coreia do Sul e os EUA planejam realizar as manobras conjuntas Ulchi Freedom Guardian de 21 a 31 de agosto.

Cerca de 50 mil militares sul-coreanos e 17,5 mil militares norte-americanos participarão das manobras.


Postar um comentário