Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

TOA - MPF quer que Exército consulte indígenas antes de instalar microcentral hidrelétrica no Tumucumaque

Comunidades indígenas têm direito à consulta prévia, livre e informada sempre que empreendimentos afetem seu território
MPF | DefesaNet

O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que determine à União, na figura do Exército Brasileiro, não instalar microcentral hidrelétrica na terra indígena do Parque do Tumucumaque (AP), até que sejam atendidos todos os requisitos constitucionais para a exploração de recursos hídricos em terra indígena. Além disso, há também a necessidade de avaliação dos impactos socioambientais do empreendimento, bem como a consulta livre, prévia e informada aos indígenas. A ação foi protocolada em 11 de outubro.

A microcentral tem o objetivo de fornecer energia elétrica para propiciar autonomia ao pelotão, composto por 45 militares, localizado na faixa de fronteira entre Brasil e Suriname, no parque do Tumucumaque. Atualmente, os militares contam apenas com oito horas diárias de energia elétrica, dependendo integralmente de geradores a diesel, óleo cujo trans…

Coreia do Sul promete defender EUA e retaliar Pyongyang em caso de ataque norte-coreano

Militares da Coreia do Sul disseram nesta quinta-feira que as recentes ameaças de Pyongyang contra os Estados Unidos representam um grande desafio para a aliança entre Seul e Washington, mas garantiram que estão prontos para agir imediatamente contra os vizinhos do Norte se necessário.


Sputnik

Em coletiva de imprensa, o porta-voz do Estado-Maior sul-coreano, Roh Jae-cheon, disse que, apesar da retórica do governo de Kim Jong-un, os especialistas militares do país não notaram qualquer atividade incomum na Coreia do Norte que pudesse indicar novas provocações, conforme relatou a agência Yonhap. No entanto, deixou claro que, se os avisos forem ignorados, Pyongyang enfrentará "a retaliação forte e resoluta dos aliados".



Soldados sul-coreanos participam de treinamentos de tiro frente a um possível ataque por parte da Coreia do Norte (foto de arquivo)
Soldados sul-coreanos © AFP 2017/ CHOO YOUN-KON

Desafiando os alertas do presidente norte-americano, Donald Trump, a Coreia do Norte anunciou um plano para atacar com mísseis balísticos a ilha de Guam, território americano no Pacífico que abriga importantes bases da Marinha e da Força Aérea dos EUA, país com o qual vem enfrentando tensões crescentes ao longo dos últimos meses.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas