Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Venezuela está disposta a 'defender soberania e independência de Nicarágua'

Jorge Arreaza, chanceler da Venezuela, avisou da capital nicaraguense, Manágua, que o presidente Nicolás Maduro está disposto a apoiar a Nicarágua em defesa de sua soberania se for necessário.
Sputnik

"Se [nós] o povo bolivariano, os revolucionários da Venezuela, tivéssemos que vir à Nicarágua para defender a soberania e a independência nicaraguense, e oferecer nosso sangue pela Nicarágua, iríamos como Sandino, até à montanha de Nueva Segovia", expressou Arreaza.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela fez essas declarações durante a comemoração dos 39 anos do triunfo da Revolução Sandinista em Nicarágua, país para o qual viajou em 19 de julho.

O socialismo, enfatizou Arreaza, é o caminho certo, e assegurou que a Venezuela passou por uma situação semelhante da qual a Nicarágua enfrenta desde abril deste ano.

"Caros compatriotas, dizemos-lhes porque vivemos essa mesma experiência que vocês vivem nos últimos meses, nós as chamamos de guarimbas [termo para protesto popu…

Coreia do Sul promete defender EUA e retaliar Pyongyang em caso de ataque norte-coreano

Militares da Coreia do Sul disseram nesta quinta-feira que as recentes ameaças de Pyongyang contra os Estados Unidos representam um grande desafio para a aliança entre Seul e Washington, mas garantiram que estão prontos para agir imediatamente contra os vizinhos do Norte se necessário.


Sputnik

Em coletiva de imprensa, o porta-voz do Estado-Maior sul-coreano, Roh Jae-cheon, disse que, apesar da retórica do governo de Kim Jong-un, os especialistas militares do país não notaram qualquer atividade incomum na Coreia do Norte que pudesse indicar novas provocações, conforme relatou a agência Yonhap. No entanto, deixou claro que, se os avisos forem ignorados, Pyongyang enfrentará "a retaliação forte e resoluta dos aliados".



Soldados sul-coreanos participam de treinamentos de tiro frente a um possível ataque por parte da Coreia do Norte (foto de arquivo)
Soldados sul-coreanos © AFP 2017/ CHOO YOUN-KON

Desafiando os alertas do presidente norte-americano, Donald Trump, a Coreia do Norte anunciou um plano para atacar com mísseis balísticos a ilha de Guam, território americano no Pacífico que abriga importantes bases da Marinha e da Força Aérea dos EUA, país com o qual vem enfrentando tensões crescentes ao longo dos últimos meses.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas