Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Moscou revela fotos de material bélico dos EUA nas posições do Daesh

O Ministério da Defesa da Rússia publicou na sua conta no Facebook fotos aéreas de posições do Daesh (organização proibida na Rússia), perto da cidade de Deir ez-Zor, nas quais se vê material bélico dos EUA.
Sputnik

"Graças às fotografias aéreas captadas entre 8 e 12 de setembro de 2017, perto das posições do Daesh foi detectado um grande número de veículos blindados norte-americanos Hummer que estão em serviço das forças especiais dos EUA", informou o ministério.


Segundo o ministério, nas fotos é claramente visível o posicionamento das forças especiais dos EUA em pontos de apoio que anteriormente foram equipados pelos terroristas. Nas fotos não há nenhuns vestígios de ataques, bem como de confrontos com os terroristas ou crateras provocadas por ataques aéreos realizados pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

"Embora os pontos de apoio dos destacamentos das Forças Armadas dos EUA estejam nas zonas das atuais posições do Daesh, não existem quaisquer vestígios de pre…

Donbass: Ucrânia está se preparando para violar trégua

O comando operacional da autoproclamada República Popular de Donbass possui dados que indicam que os militares ucranianos estão se preparando para violar a "trégua escolar" acordada, declarou o vice-chefe do comando operacional da RPD, Eduard Basurin.


Sputnik

"Uma das provas de que os militares ucranianos estão se preparando para violar a 'trégua escolar' é o deslocamento de material militar blindado perto da linha de demarcação. Em particular, foi detectado o movimento da 28ª divisão de tanques em direção de Starognatovka", anunciou Basurin.


Exército ucraniano em Donbass
Exército ucraniano em Donbass © AFP 2017/ Sergey Polezhaka

Mais cedo foi informado que o Grupo de Contato Trilateral para a resolução da crise ucraniana, formado pela Ucrânia, Rússia e OSCE, conseguiu acordar um cessar-fogo a partir de 25 de agosto, em razão do início do período escolar.

Além disso, o vice-chefe do comando operacional da RPD indicou que Kiev não cumpre suas obrigações relativamente à trégua.

"É lamentável informar que a Ucrânia mais uma vez não cumpre os acordos atingidos no âmbito de Quarteto da Normandia e autorizados pelos representantes do Grupo de Contato em Minsk quanto ao cessar-fogo total em toda a linha de demarcação", afirmou.

Além disso, ele acrescentou que não tem "ilusões sobre o prometido cessar-fogo completo por parte do agressor", indicando que as tropas de Donbass, por sua vez, "observam o regime de trégua".

Em abril de 2014, a Ucrânia iniciou uma operação militar nas províncias orientais de Donetsk e Lugansk, onde foram proclamadas repúblicas populares em resposta ao violento golpe de Estado que ocorreu em Kiev em fevereiro do mesmo ano.

Segundo estimativas da ONU, desde o início da crise, as hostilidades resultaram em cerca de 10.100 mortes.


Postar um comentário