Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Avança ofensiva antiterrorista do Exército sírio no sul de Damasco

O exército sírio avançou hoje em sua ofensiva contra os terroristas do grupo Estado Islâmico ao destruir túneis e trincheiras erguidas na localidade de Hayyar Asswad e no Acampamento de Refugiados Palestinos de Yarmouk.
Prensa Latina

Damasco - Segundo fontes militares, com os ataques aos refúgios dos radicais do Estado Islâmico e da Frente al-Nusra, as tropas governamentais limitaram os movimentos dos takfiristas entre Qadam e Hayyar Asswad, no sul de Damasco.


De acordo com os informes, nas últimas horas o Exército tomou o controle das instalações de Joura, na parte oriental do bairro Qadam, e avançou nos distritos de Yalda e Bebila, vizinhos de Yarmouk.

Desde a última quinta-feira, a aviação síria e tropas terrestres realizam fortes bombardeios contra os grupos extremistas, com a determinação de libertar as áreas que esses grupos ocupam atualmente.

Até o momento, um elevado número de jihadistas, entre eles cinco cabeças emires, foram abatidos pelas tropas governamentais em aliança com br…

Donbass: Ucrânia está se preparando para violar trégua

O comando operacional da autoproclamada República Popular de Donbass possui dados que indicam que os militares ucranianos estão se preparando para violar a "trégua escolar" acordada, declarou o vice-chefe do comando operacional da RPD, Eduard Basurin.


Sputnik

"Uma das provas de que os militares ucranianos estão se preparando para violar a 'trégua escolar' é o deslocamento de material militar blindado perto da linha de demarcação. Em particular, foi detectado o movimento da 28ª divisão de tanques em direção de Starognatovka", anunciou Basurin.


Exército ucraniano em Donbass
Exército ucraniano em Donbass © AFP 2017/ Sergey Polezhaka

Mais cedo foi informado que o Grupo de Contato Trilateral para a resolução da crise ucraniana, formado pela Ucrânia, Rússia e OSCE, conseguiu acordar um cessar-fogo a partir de 25 de agosto, em razão do início do período escolar.

Além disso, o vice-chefe do comando operacional da RPD indicou que Kiev não cumpre suas obrigações relativamente à trégua.

"É lamentável informar que a Ucrânia mais uma vez não cumpre os acordos atingidos no âmbito de Quarteto da Normandia e autorizados pelos representantes do Grupo de Contato em Minsk quanto ao cessar-fogo total em toda a linha de demarcação", afirmou.

Além disso, ele acrescentou que não tem "ilusões sobre o prometido cessar-fogo completo por parte do agressor", indicando que as tropas de Donbass, por sua vez, "observam o regime de trégua".

Em abril de 2014, a Ucrânia iniciou uma operação militar nas províncias orientais de Donetsk e Lugansk, onde foram proclamadas repúblicas populares em resposta ao violento golpe de Estado que ocorreu em Kiev em fevereiro do mesmo ano.

Segundo estimativas da ONU, desde o início da crise, as hostilidades resultaram em cerca de 10.100 mortes.


Postar um comentário