Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Donbass: Ucrânia está se preparando para violar trégua

O comando operacional da autoproclamada República Popular de Donbass possui dados que indicam que os militares ucranianos estão se preparando para violar a "trégua escolar" acordada, declarou o vice-chefe do comando operacional da RPD, Eduard Basurin.


Sputnik

"Uma das provas de que os militares ucranianos estão se preparando para violar a 'trégua escolar' é o deslocamento de material militar blindado perto da linha de demarcação. Em particular, foi detectado o movimento da 28ª divisão de tanques em direção de Starognatovka", anunciou Basurin.


Exército ucraniano em Donbass
Exército ucraniano em Donbass © AFP 2017/ Sergey Polezhaka

Mais cedo foi informado que o Grupo de Contato Trilateral para a resolução da crise ucraniana, formado pela Ucrânia, Rússia e OSCE, conseguiu acordar um cessar-fogo a partir de 25 de agosto, em razão do início do período escolar.

Além disso, o vice-chefe do comando operacional da RPD indicou que Kiev não cumpre suas obrigações relativamente à trégua.

"É lamentável informar que a Ucrânia mais uma vez não cumpre os acordos atingidos no âmbito de Quarteto da Normandia e autorizados pelos representantes do Grupo de Contato em Minsk quanto ao cessar-fogo total em toda a linha de demarcação", afirmou.

Além disso, ele acrescentou que não tem "ilusões sobre o prometido cessar-fogo completo por parte do agressor", indicando que as tropas de Donbass, por sua vez, "observam o regime de trégua".

Em abril de 2014, a Ucrânia iniciou uma operação militar nas províncias orientais de Donetsk e Lugansk, onde foram proclamadas repúblicas populares em resposta ao violento golpe de Estado que ocorreu em Kiev em fevereiro do mesmo ano.

Segundo estimativas da ONU, desde o início da crise, as hostilidades resultaram em cerca de 10.100 mortes.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas