Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares norte-americanos acreditam que EUA entrarão em guerra

Quase metade do Exército dos EUA está confiante de que durante o ano de 2019 seu país estará envolvido em um grave conflito armado, de acordo com o Military Times.
Sputnik

Segundo uma pesquisa recente, 46% dos participantes não duvidam que o confronto militar ocorrerá no próximo ano.


A título de comparação, em 2017, apenas 5% dos militares dos EUA esperavam um conflito armado, enquanto 50% descartaram um cenário de guerra e 4% não responderam.

Quanto aos inimigos mais prováveis, os soldados dos EUA mencionaram principalmente a Rússia e a China. Respectivamente, 72% e 69% dos entrevistados escolheram esses dois países.

Além disso, cerca de 57% estão preocupados com a presença de extremistas islâmicos nos Estados Unidos. Em particular, 48% destacaram uma possível ameaça por parte dos grupos terroristas Daesh e Al Qaeda (proibidos na Rússia e em outros países).

Estado-Maior fala de uma operação única da Força Aeroespacial e Marinha da Rússia na Síria

Durante uma operação especial na Síria, foi pela primeira vez realizada a aplicação em combate de meios de ataque de elevada precisão de baseamento aéreo e naval, contou o vice-chefe do Estado-Maior, tenente-general Igor Makushev.


Sputnik

"Durante uma operação especial, de acordo com o plano do Estado-Maior, foi pela primeira vez realizada a aplicação em combate de meios de ataque de elevada precisão de baseamento aéreo e naval. Foi cumprida a variante de aplicação das componentes aéreas e navais combinados em um único ataque", disse Makushev durante uma reunião, dedicada à discussão da experiência obtida na Síria, que teve lugar no fórum militar e técnico russo Armiya-2017 (Exército 2017).


Dia-a-dia na Base Aérea da Rússia na Síria (foto de arquivo)
Sukhoi Su-25 da Força Aérea da Rússia na Síria © Foto: Ministério da Defesa da Rùssia

Ele também contou que os drones russos, durante a operação na Síria, realizaram mais de 14 mil voos monitorando a situação no terreno quase por todo o país.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas