Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA confirmam linha estratégica de 'desmembramento da Síria', diz analista

Os EUA declararam que não querem restaurar as regiões na Síria que estão sob o controle de Damasco. O especialista Vladimir Fitin explica na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik o que busca Washington.
Sputnik

Os EUA não querem ajudar na reconstrução das regiões na Síria que ficam sob o controle do presidente sírio Bashar Assad, declarou um alto funcionário dos EUA após o primeiro dia do encontro dos ministros das Relações Exteriores do G7.


Em janeiro, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que Washington não iria ajudar a Rússia, o Irã e Damasco oficial na restauração do país, enquanto a "transformação política" da Síria não se realizasse. Segundo declarou o assistente adjunto do secretário de Estado dos EUA para o Médio Oriente, David Satterfield, a condição da ajuda é a reforma constitucional e eleições sob os auspícios da ONU.

O analista do Instituto dos Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik comentou a decla…

Exército deflagra 'Operação Plácido' no presídio de Sena Madureira

Operação Plácido, é coordenada pela 17ª Brigada de Infantaria de Selva e tem como objetivo detectar armas, aparelhos de celular, drogas e outros materiais e produtos ilícitos ou proibidos


Por G1 AC, Rio Branco

A unidade penitenciária Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, passa por uma operação do Exército iniciada terça-feira (15). A ação, que tem o nome de Operação Plácido, é coordenada pela 17ª Brigada de Infantaria de Selva e tem como objetivo detectar armas, aparelhos de celular, drogas e outros materiais e produtos ilícitos.

Unidade penitenciária Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, passa por operação do Exército. Foto Arquivo (Foto: Yuri Marcel/G1)
Unidade penitenciária Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, passa por operação do Exército. Foto Arquivo (Foto: Yuri Marcel/G1)

O Exército informou que a operação atende uma solicitação do governo do Acre, e ocorre de acordo com o Decreto Presidencial de 17 de janeiro de 2017, onde foi autorizado o emprego das forças armadaspara garantir a lei e ordem nos presídios do país. O Exército informou ainda que o estado será o responsável por dar o destino certo aos materiais apreendidos na operação.

Além da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, a operação tem o apoio do Ministério Público Militar, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e da Secretaria de Justiça do Estado do Acre.

Postar um comentário