Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Exército libanês suspende operação militar na fronteira com Síria

Exército libanês declarou ter parado a ofensiva contra as posições dos terroristas na fronteira ao nordeste com a Síria, informa Reuters, citando um comunicado do exército.


Sputnik

De acordo com a declaração, o cessar-fogo deverá contribuir para a realização de negociações sobre o futuro dos soldados libaneses prisioneiros dos jihadistas. O cessar-fogo entrou em vigor às 01h00 no horário de Brasília.


Militares do Exército Libanês no Vale do Bekaa, perto da fronteira com a Síria (foto de arquivo)
Militares do exército libanês perto da fronteira com a Síria © AFP 2017/ STR

Desde 19 de agosto, o exército está realizando uma operação para libertaras áreas fronteiriças do Daesh, grupo terrorista proibido na Rússia. O comando das Forças Armadas libanesas declarou que 100 km2 dos 120 km2 ocupados pelo Daesh já foram libertados.

O exército libanês está realizando esta operação de modo autônomo, sem ter coordenado suas ações com as tropas sírias ou o Hezbollah.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas