Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Helicóptero russo Mi-38T será incorporado à Força Aeroespacial russa

A Fábrica de Helicópteros de Kazan, que faz parte da holding Helicópteros da Rússia, começou a produzir o primeiro protótipo do helicóptero Mi-38T previsto pelo contrato com o Ministério da Defesa da Rússia, devendo o primeiro lote estar pronto em 2018, informou a assessoria da companhia em um comunicado aos jornalistas.


Sputnik

O Mi-38T é uma versão militar do helicóptero Mi-38. O protótipo será testado e, caso seja aprovado, as próximas encomendas do Mi-38T serão destinadas a cobrir as necessidades da Força Aeroespacial russa, no âmbito do programa estatal de armamento para 2018-2025.


Resultado de imagem para mi-38t
Mi-38T

"O fato de se começar a produzir o Mi-38T para o Ministério da Defesa da Rússia é um passo marcante tanto para a Fábrica de Helicópteros de Kazan, quanto para a holding em geral. Conseguimos lançar a produção da máquina mais avançada, que não tem análogos na história de construção de helicópteros no país. Esperamos que o Mi-38 vá ter procura tanto na Rússia, como no estrangeiro, pois os clientes necessitam com frequência de maior capacidade de carga e maior relação peso/potência", diz o comunicado, citando o diretor-geral da Helicópteros da Rússia, Andrei Boginsky.

A variante militar do Mi-38 deve ser dotada de um sistema de combustível com proteção contra explosão, tanques de combustível adicionais para aumentar a autonomia de voo, assim como de um sistema de comunicação e equipamento para a tripulação poder usar uniformes de salvamento marítimo.

O Mi-38, sendo polivalente e de peso médio, ocupa um nicho entre o Mi-38 e o pesado Mi-26, podendo ser utilizado para transportar cargas e passageiros, incluindo VIP, participar de operações de busca e resgate, assim como servir de hospital e realizar voos sobre superfícies marítimas. A máquina pode ser explorada em uma vasta gama de condições climáticas, inclusive em climas tropicais e frios.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas