Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Países muçulmanos reconhecem Jerusalém como capital do Estado da Palestina

Os países da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI) acordaram nesta quarta-feira reconhecer Jerusalém Oriental como capital do Estado da Palestina e convidaram as outras nações a fazer o mesmo, em resposta à decisão dos EUA de declarar Jerusalém como capital de Israel.
EFE

"Declaramos Jerusalém Oriental como capital do Estado da Palestina e convidamos todos os países a reconhecer o Estado da Palestina com Jerusalém Oriental como sua capital ocupada", indica a minuta da declaração preparada nesta quarta-feira em Istambul por esta organização, formada por 57 países de maioria muçulmana.


A OCI, formada por 57 países de maioria muçulmana, inclui desde sua fundação em 1969 a Palestina como membro pleno, com sua capital em Jerusalém.

O documento, apresentado pelos "reis, chefes de Estado e de Governo dos Estados membros da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI)", apresenta em 23 pontos a postura do mundo muçulmano perante a decisão dos EUA.

Nesse texto, a OCI &quo…

Helicóptero russo Mi-38T será incorporado à Força Aeroespacial russa

A Fábrica de Helicópteros de Kazan, que faz parte da holding Helicópteros da Rússia, começou a produzir o primeiro protótipo do helicóptero Mi-38T previsto pelo contrato com o Ministério da Defesa da Rússia, devendo o primeiro lote estar pronto em 2018, informou a assessoria da companhia em um comunicado aos jornalistas.


Sputnik

O Mi-38T é uma versão militar do helicóptero Mi-38. O protótipo será testado e, caso seja aprovado, as próximas encomendas do Mi-38T serão destinadas a cobrir as necessidades da Força Aeroespacial russa, no âmbito do programa estatal de armamento para 2018-2025.


Resultado de imagem para mi-38t
Mi-38T

"O fato de se começar a produzir o Mi-38T para o Ministério da Defesa da Rússia é um passo marcante tanto para a Fábrica de Helicópteros de Kazan, quanto para a holding em geral. Conseguimos lançar a produção da máquina mais avançada, que não tem análogos na história de construção de helicópteros no país. Esperamos que o Mi-38 vá ter procura tanto na Rússia, como no estrangeiro, pois os clientes necessitam com frequência de maior capacidade de carga e maior relação peso/potência", diz o comunicado, citando o diretor-geral da Helicópteros da Rússia, Andrei Boginsky.

A variante militar do Mi-38 deve ser dotada de um sistema de combustível com proteção contra explosão, tanques de combustível adicionais para aumentar a autonomia de voo, assim como de um sistema de comunicação e equipamento para a tripulação poder usar uniformes de salvamento marítimo.

O Mi-38, sendo polivalente e de peso médio, ocupa um nicho entre o Mi-38 e o pesado Mi-26, podendo ser utilizado para transportar cargas e passageiros, incluindo VIP, participar de operações de busca e resgate, assim como servir de hospital e realizar voos sobre superfícies marítimas. A máquina pode ser explorada em uma vasta gama de condições climáticas, inclusive em climas tropicais e frios.


Postar um comentário