Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Mergulhadores dos EUA procuram 10 marinheiros desaparecidos depois da colisão

Equipes de mergulhadores dos EUA estão procurando 10 marinheiros desaparecidos, comunicou nessa terça-feira (22) um representante da Sétima Frota da Marinha dos EUA em coletiva da imprensa.


Sputnik

Equipes de mergulhadores dos EUA estão procurando 10 marinheiros desaparecidos, comunicou nessa terça-feira (22) um representante da Sétima Frota da Marinha dos EUA em coletiva da imprensa.


Destróier USS John S. McCain, depois da colisão nas águas de Singapura em 21 de agosto de 2017.
USS John McCain depois da colisão com navio mercante em Cingapura © REUTERS/ Ahmad Masood

Os mergulhadores dos EUA baseados em Singapura estão procurando os 10 marinheiros que desapareceram na sequência da colisão entre o destroier norte-americano USS John McCain e um navio mercante no estreito de Malaca, informou nessa terça-feira (22) a Sétima Frota da Marinha dos EUA em coletiva da imprensa.

"Os mergulhadores da Marinha dos EUA e do Corpo de Fuzileiros Navais lançaram operações de busca de 10 marinheiros do USS John S. McCain, desaparecidos desde que o destróier de mísseis e o navio mercante Alnic MC colidiram na madrugada de 21 de agosto", comunicou a frota.

Os mergulhadores pretendem obter acesso aos compartimentos selados nas partes danificadas do destróier, referiu o representante da frota, acrescentando que a equipe planeja estimar os danos do navio e as áreas inundadas. Dois helicópteros da Marinha estadunidense estão realizando operações de busca e resgate com a assistência de navios e aviões da Malásia e Singapura.

"Os esforços de busca estão focados na área leste entre o estreito de Malaca e Singapura, onde ocorreu a colisão. O destróier deveria fazer uma visita de rotina a esta cidade", afirmou o representante da frota.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas