Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Não só Pyongyang testa mísseis balísticos; Seul dá resposta (VÍDEO)

Militares da Coreia do Sul responderam ao lançamento de míssil balístico norte-coreano através da publicação na Internet de um vídeo de testes dos seus próprios mísseis balísticos.


Sputnik

O vídeo, divulgado pela Yonhap, dura um minuto e meio e mostra, desde todos os ângulos, o lançamento dos mísseis e a caída dos mesmos no mar. Conforme dados da agência, o teste foi realizado no dia 24 de agosto.


Lançamento de mísseis durante treinamentos conjuntos entre EUA e Coreia do Sul (foto de arquivo)
Lançamento de mísseis em exercício militar na Coreia do Sul © AP Photo/ Ministério da Defesa da Coreia do Sul

Trata-se de mísseis aperfeiçoados cujo raio de voo atinge 500-800 km. No total, o vídeo mostra teste de três mísseis.

"Foi o último teste antes da instalação real dos mísseis em questão", declarou o engenheiro do Instituto de Problemas de Defesa da Coreia do Sul.

Na manhã da terça-feira (29), a Coreia do Norte disparou um míssil que sobrevoou o território japonês e, 14 minutos depois, caiu a 1.180 km de Hokkaido.

Os EUA e a Coreia do Sul jogaram ameaças para Pyongyang sobre "dar resposta forte", não excluindo a possibilidade de ações militares em caso de "provocações" futuras.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas