Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin passa para Trump a responsabilidade de resolver conflito na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou a bola para que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja o responsável por resolver o conflito na Síria.
EFE

Helsinque - Em entrevista coletiva conjunta realizada nesta segunda-feira, em Helsinque, após a primeira cúpula entre os dois líderes, Putin também deu para Trump uma bola oficial da Copa do Mundo.

"No que se refere ao fato de a bola da Síria estar no nosso telhado, senhor presidente, o senhor acaba de dizer que organizamos com sucesso o Mundial de Futebol. Portanto, quero agora entregar esta bola. Agora, a bola está do seu lado", disse Putin.

O presidente russo fazia uma referência a uma frase do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que havia afirmado que a bola para resolver o conflito na Síria estava no telhado do Kremlin.

Trump agradeceu pelo presente e disse estar confiante de que EUA, México e Canadá organizarão em 2026 uma Copa do Mundo tão bem-sucedida como a da Rússia.

Na sequência, o presidente americ…

Novo caça interceptor russo MiG-41 voará no espaço e poderá ser não tripulado

O caça MiG-41 (PAK-DP, ou Futuro Complexo Aéreo de Intercepção Distante) que está sendo desenvolvido para substituir o interceptor de grande altitude MiG-31, poderá voar no espaço, afirmou Ilia Tarasenko, diretor-geral da Corporação de Construção Aeronáutica russa a uma cadeia de TV.


Sputnik

"Já estamos nos debruçando sobre isso. Para nós, é um desenvolvimento natural do avião MiG-31. Este será um avião absolutamente novo e de alta tecnologia. Novas tecnologias, capacidade furtiva, capacidade de voar no espaço, novas velocidades e novo raio de alcance", afirmou Tarasenko ao canal de TV Zvezda.


Resultado de imagem para mig 41
 Concepção artística do Mig 41

Mais cedo, na terça-feira (22), no âmbito do Fórum Internacional Técnico-Militar EXÉRCITO 2017 na cidade de Kubinka, próximo de Moscou, Tarasenko afirmou que este projeto representa uma evolução lógica do seu antecessor MiG-31 e adiantou que suas entregas ao Ministério da Defesa podem começar em meados da próxima década.

De acordo com o responsável, o MiG-41 será um "avião absolutamente novo" e não uma modernização profunda do MiG-31.

Ele também comunicou que o interceptor será equipado com novas tecnologias para operação em zonas árticas.

"Depois, [ele] vai ser transformado em um projeto não tripulado", assinalou.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas