Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

PropHiper - Mais rápido do que uma bala

Pesquisadores brasileiros desenvolvem veículo aéreo que se deslocará em velocidade hipersônica
DefesaNet

Se tudo correr como planejado, a Força Aérea Brasileira (FAB) realizará dentro de dois anos o ensaio em voo do primeiro motor aeronáutico hipersônico feito no país. O teste integra um projeto mais amplo cujo objetivo é dominar o ciclo de desenvolvimento de veículos hipersônicos, que voam, no mínimo, a cinco vezes a velocidade do som, ou Mach 5.
Mach é uma unidade de medida de velocidade correspondente a cerca de 1.200 quilômetros por hora (km/h). O programa é coordenado pelo Instituto de Estudos Avançados (IEAv), um dos centros de pesquisa do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) da FAB, em parceria com a empresa Orbital Engenharia, ambos de São José dos Campos (SP).

Além do motor hipersônico, o projeto Propulsão Hipersônica 14-X (PropHiper), iniciado em 2006, prevê a construção de um veículo aéreo não tripulado (VANT), onde o motor será instalado. Batizado de 14-X, …

Político alemão: é impossível pôr a Rússia de joelhos com 'sanções estúpidas'

O governo alemão está enganado se pensa que "estas sanções estúpidas" podem a Rússia de joelhos, declarou o presidente da bancada do partido Die Linke no Bundestag, Dietmar Bartsch.


Sputnik

"É absurdo! Quem conhece a Rússia e se lembra de que, nos anos da Segunda Guerra Mundial, milhões de pessoas morreram ali de fome e sede mas não se renderam, não poderia crer seriamente que estas sanções estúpidas pudessem pôr o país de joelhos", disse ele ao diário Bild.


Bundestag, sede do parlamento alemão
Bundestag, sede do parlamento alemão © flickr.com/ Hernán Piñera

Em sua opinião, as medidas restritivas apenas fortalecem a autoridade de Vladimir Putin, que defende os interesses da Rússia.

"Isso faz com que a gente – e tenho muitos amigos ali – diga: 'Então, Putin é melhor porque não permite conter a Rússia!'", afirmou o político alemão.

Dietmar Bartsch também respondeu àqueles que qualificam os membros do seu partido como "simpatizantes" de Putin.

"Entender Putin significa conhecer a língua russa e compreender a mentalidade russa. Não há nada de mal nisso", sublinhou.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas