Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Primeiro porta-aviões construído na China vai entrar em testes no próximo mês

O primeiro porta-aviões construído na China provavelmente entrará em testes de amarração no próximo mês, bem antes do cronograma, disse Hu Wenming, diretor-geral de construção do porta-aviões, ao canal CCTV.com em 3 de agosto.


Poder Naval

Hu disse que a construção do segundo porta-aviões da China, também o primeiro feito no país, está indo bem depois do lançamento ao mar em Dalian, em 26 de abril deste ano. Hu acrescentou que o porta-aviões provavelmente iniciará testes de amarração no próximo mês, antes do cronograma, para testar se seu equipamento pode atender aos requisitos para os testes de mar.

O primeiro porta-aviões construído na china foi lançado ao mar em 26 de abril de 2017

O primeiro porta-aviões da China, o Liaoning, foi entregue à Marinha Chinesa para treinamento e pesquisa. O segundo porta-aviões será baseado no Liaoning e estará entre os mais avançados do mundo, melhorando ainda mais a pesquisa e o desenvolvimento da China em porta-aviões, de acordo com o diretor.

Hu também revelou que um total de 412 empresas estatais, empresas privadas e instituições de pesquisa científica na China contribuíram para o seu desenvolvimento, ocupando 77,4 por cento do total, o que indica que sua construção é o resultado de esforços coletivos nacionais.

Além disso, através da construção do porta-aviões, a China preparou uma equipe de talentos com uma idade média de 36 anos e ganhou a capacidade de pesquisar e desenvolver, projetar e gerenciar de forma independente um projeto de porta-aviões, que estabeleceu as bases para a construção de melhores navios no futuro, observou o diretor.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas