Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Morte made in Brazil: conflitos no Oriente Médio alavancam exportação de armamento do país

Uma missão árabe chegou ao Brasil interessada na compra de cargueiros KC-390 fabricados pela Embraer. A visita é resultado do esforço do Grupo Parlamentar Brasil-Arábia Saudita, criado no início deste mês, para aproximar os dois países no campo de defesa militar.
Sputnik

O KC-390 vai substituir os Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB), é o maior avião produzido na América e foi concebido como um jato militar de transporte, anunciado pela primeira vez na edição de 2007 da Latin America Aero & Defence (LAAD), no Rio de Janeiro. A produção do avião, com capacidade para 23 toneladas de carga, envolve parcerias com fornecedores de peças de Argentina, Portugal e República Tcheca. Com um custo unitário de US$ 85 milhões, o KC-390, em fase final de testes, tem recebido propostas de compra de vários países.



A compra do cargueiro, porém, é apenas um detalhe na exportação brasileira de armamentos não só para a Arábia Saudita, como também para vários países do Oriente Médio e do Norte d…

Trump: Coreia do Norte deve se organizar ou terá problemas

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a alertar a Coreia do Norte nesta quinta-feira. Segundo ele, o país asiático “deve se organizar” ou terá problemas “como poucas nações já tiveram” no mundo.


Sputnik

O aviso de que a Coreia do Norte experimentaria “fogo e fúria e poder de um jeito que o mundo nunca viu” pode não ter sido suficientemente duro, disse Trump.


O presidente eleito dos EUA, Donald Trump (foto de arquivo)
Donald Trump, presidente dos EUA | Joe Hong/AP

O presidente dos EUA acrescentou que o governo comunista em Pyongyang deveria ficar “muito, muito nervoso”, se eles agirem para atacar os EUA ou seus aliados em lugares como Guam.

"Se a Coreia do Norte fizer qualquer coisa em termos de até pensar em ataques de alguém que gostamos ou representamos, ou nossos aliados ou nós, eles devem ficar muito, muito nervosos. Porque coisas acontecerão com eles, como nunca pensaram ser possíveis. Ok?", comentou.

Trump ainda aproveitou para apontar como Pequim pode e deve fazer mais para acabar com a busca da Coreia do Norte pelo desenvolvimento do seu programa nuclear.

“O que eles vem fazendo, sem serem punidos, é uma tragédia”, disse Trump, observando como a busca pela Coreia do Norte do míssil balístico armado nuclear vem ocorrendo por 25 anos sob presidentes anteriores dos EUA.

Ainda de acordo com o presidente estadunidense, não há no momento planos para um ataque preventivo contra o regime de Kim Jong-un.

"Nós não falamos sobre isso. Nós nunca fazemos. Nós sempre consideraremos as negociações, mas eles estão negociando agora por 25 anos", comentou, deixando aberta a possibilidade de dialogar com o país asiático.

O republicano elogiou ainda os votos favoráveis de Rússia e China às mais recentes sanções aplicadas contra Pyongyang pelo Conselho de Segurança da ONU.


Postar um comentário