Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha e Aeronáutica do Brasil auxiliam buscas a submarino argentino desaparecido, diz ministro

Segundo Raul Jungmann, três navios e um avião brasileiros já foram disponibilizados. Última vez que o submarino militar com 44 pessoas a bordo manteve contato com a base foi na quarta-feira (15).
Por G1, Brasília

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, publicou em seu perfil no Twitter neste sábado (18) que três navios da Marinha brasileira "já estão auxiliando" nas buscas a um submarino argentino que desapareceu com 44 tripulantes a bordo.

Ainda segundo o ministro, a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou um avião para também ajudar na procura pelo submarino e um segundo avião "será deslocado para apoiar as buscas do submarino argentino desaparecido" a partir deste domingo (19).

O submarino militar ARA San Juan manteve contato com a base pela última vez na manhã de quarta-feira (15), quando estava no sul do Mar Argentino, a 432 quilômetros da costa patagônica do país.

De acordo com a FAB, o primeiro avião disponibilizado pelo Brasil decolou, com 18 tripulantes, às 17…

Últimos passos para a vitória: a maior parte de Tal Afar foi libertada

Os militares iraquianos do destacamento antiterrorista libertaram completamente do Daesh o bairro da cidadela no centro de Tal Afar, levantando a bandeira do país sobre o edifício.


Sputnik

"As forças antiterroristas libertaram o bairro da cidadela e os jardins de Tal Afar, levantando a bandeira iraquiana sobre o edifício da cidadela", revela um comunicado do comandante Abdel Amir Yarallah.


Militares iraquianos durante a operação antiterrorista em Tal Afar, Iraque
Militares iraquianos durante operação em Tal Afar © REUTERS/ Stringer

Anteriormente, o chefe da Chancelaria iraquiana tinha anunciado que o exército do país estava controlando quase 70% da cidade depois de seis dias de operação militar.

Segundo os planos dos militares, a operação deve estar terminada até 1 de setembro — dia do Eid al-Adha (Festa do Sacrifício).

A cidade, localizada a 70 quilômetros a oeste de Mossul, é o último baluarte do Daesh na zona da fronteira com a Síria. A operação militar, destinada a expulsar os militantes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia), decorre desde 20 de agosto.


Postar um comentário