Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro

Em um raro pronunciamento, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse nesta sexta-feira (horário local) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu povo "pagarão caro"pelas “palavras excêntricas” que pregaram a destruição da Coreia do Norte.
Sputnik

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump afirmou que os EUA estão prontos para a "destruição total" da Coreia do Norte, caso isso se faça necessário.


Além disso, o presidente estadunidense chamou Kim de "Homem Foguete", pelo que considera uma "tática suicida" de provocações contra Washington e o resto dos seus aliados na Ásia.

"Agora estou pensando muito sobre a resposta que ele poderia ter esperado quando ele se permitiu que palavras tão excêntricas tropeçassem da sua língua", disse Kim, em declarações reproduzidas pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

"Qualquer coisa que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados além de suas expectativas. Eu vou, …

Últimos passos para a vitória: a maior parte de Tal Afar foi libertada

Os militares iraquianos do destacamento antiterrorista libertaram completamente do Daesh o bairro da cidadela no centro de Tal Afar, levantando a bandeira do país sobre o edifício.


Sputnik

"As forças antiterroristas libertaram o bairro da cidadela e os jardins de Tal Afar, levantando a bandeira iraquiana sobre o edifício da cidadela", revela um comunicado do comandante Abdel Amir Yarallah.


Militares iraquianos durante a operação antiterrorista em Tal Afar, Iraque
Militares iraquianos durante operação em Tal Afar © REUTERS/ Stringer

Anteriormente, o chefe da Chancelaria iraquiana tinha anunciado que o exército do país estava controlando quase 70% da cidade depois de seis dias de operação militar.

Segundo os planos dos militares, a operação deve estar terminada até 1 de setembro — dia do Eid al-Adha (Festa do Sacrifício).

A cidade, localizada a 70 quilômetros a oeste de Mossul, é o último baluarte do Daesh na zona da fronteira com a Síria. A operação militar, destinada a expulsar os militantes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia), decorre desde 20 de agosto.


Postar um comentário