Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Qual será resposta síria a novos mísseis 'inteligentes' dos EUA?

A cada declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seus "mísseis inteligentes", os sistemas de defesa antiaérea sírios terão sua própria resposta de mísseis, o que foi demonstrado pelo país em 14 de abril, assegurou à Sputnik o membro do Conselho Público junto ao Ministério da Defesa da Rússia, Igor Korotchenko.
Sputnik

Mais cedo, Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, disse aos jornalistas que os especialistas russos tinham detectado evidências de 22 mísseis terem atingido alvos, de um total de 105 anunciados pelos EUA, na sequência do ataque aéreo dos EUA e seus aliados.


"Os mísseis podem ser 'inteligentes', mas os sistemas da defesa antiaérea podem ser eficientes, por isso, para cada míssil 'astuto' haverá um míssil guiado, o que foi demonstrado pelo ótimo treinamento profissional dos soldados sírios. Nas declarações de Trump há muita publicidade, e para cada tweet de Trump sobre seus '…

Analista militar: Turquia provoca 'fúria' dos EUA com compra dos S-400 russos

A Turquia afirmou que o fornecimento dos S-400 russos vai ser efetuado daqui a dois anos. O analista militar Viktor Litovkin sublinhou ao serviço russo da Rádio Sputnik que Ancara mostrou a sua independência ao celebrar o acordo com Moscou.


Sputnik

As entregas dos sistemas S-400 russos para a Turquia vão ser iniciadas daqui a dois anos, comunicou o vice-diretor do Secretariado da Indústria de Defesa da Turquia (SSM, sigla em inglês), Ismail Demir.


Sistema modernizado da defesa antiaérea S-400
Sistema de defesa antiaérea S-400 Triumph © Sputnik/ Dmitriy Vinogradov

Moscou e Ancara assinaram acordo no dia 12 de setembro quanto ao fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos russos S-400 para a Turquia. Por sua vez, o presidente turco declarou que Ancara já pagou a primeira parcela.

"Muitas informações sobre o assunto levam a uma maior confusão. Claro, a data de início do fornecimento foi determinada. Por enquanto não quero falar sobre a data em questão, pois estão sendo realizadas negociações com parte russa para antecipá-la. Mas posso dizer que as entregas serão iniciadas no período de no mínimo dois anos", comunicou Demir, citado pela Anadolu.

De acordo com o analista militar, Viktor Litovkin, dois anos não é um prazo grande, levando em consideração a mercadoria que será entregue.

"Primeiro é preciso fornecer os sistemas S-400 para o nosso exército, depois cumprir condições do contrato com a China, que assinamos há pouco. Só depois entra a Turquia […] Dois anos é um curto prazo de tempo. Tudo é estipulado no contrato", explicou Viktor Litovkin ao serviço russo da Rádio Sputnik.

De acordo com ele, com a compra dos sistemas S-400 russos, a Turquia mostrou à OTAN e aos EUA que pode tomar suas próprias decisões.

"Os turcos ganharam muito, inclusive na esfera política. Eles mostraram que acham equipamento russo mais confiável e efetivo do que qualquer outro, inclusive melhores do que o equipamento norte-americano. E isso, claro, provocou a fúria no Pentágono e na Casa Branca, pois para os países-membros da OTAN não é aceitável recusar equipamentos norte-americanos […] A Turquia mostrou que é bastante independente", expressou o analista.

Ele destacou os S-400 russos podem operar sem ser integrados ao sistema de defesa antiaérea da OTAN. Por isso, todas as especulações da OTAN sobre a desconformidade dos sistemas russos comprados aos padrões da OTAN não passam de chantagem, conclui o especialista.


Postar um comentário