Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Até que enfim! Mais 2 caças americanos F-35 chegam a Israel (video)

Dois caças F-35 fabricados nos EUA aterrissaram nesta quinta-feira (14) na base aérea israelense de Nevatim, informou a mídia local.


Sputnik

De acordo com o jornal Jerusalem Post, estas aeronaves, adquiridas pelas Forças de Defesa de Israel, deveriam ter sido entregues aos militares israelenses há duas semanas, mas sua chegada foi adiada por razões desconhecidas.


F-35 da Força Aérea israelense, foto de arquivo
F-35 da Força Aérea de Israel © AFP 2017/ JACK GUEZ

Espera-se que Israel receba outros dois caças do mesmo lote em dezembro do ano corrente.

No total, Israel adquiriu 50 aviões F-35 estadunidenses, dos quais só recebeu sete — os restantes devem integrar a Força Aérea do país até 2021.

Os F-35 são caças de quinta geração e são destinados a substituir os F-16 obsoletos.

Israel é o único aliado de Washington autorizado a "instalar armas e software" seus nos aviões F-35, afirma-se em um artigo publicado no portal Wired.



Postar um comentário