Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Morte made in Brazil: conflitos no Oriente Médio alavancam exportação de armamento do país

Uma missão árabe chegou ao Brasil interessada na compra de cargueiros KC-390 fabricados pela Embraer. A visita é resultado do esforço do Grupo Parlamentar Brasil-Arábia Saudita, criado no início deste mês, para aproximar os dois países no campo de defesa militar.
Sputnik

O KC-390 vai substituir os Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB), é o maior avião produzido na América e foi concebido como um jato militar de transporte, anunciado pela primeira vez na edição de 2007 da Latin America Aero & Defence (LAAD), no Rio de Janeiro. A produção do avião, com capacidade para 23 toneladas de carga, envolve parcerias com fornecedores de peças de Argentina, Portugal e República Tcheca. Com um custo unitário de US$ 85 milhões, o KC-390, em fase final de testes, tem recebido propostas de compra de vários países.



A compra do cargueiro, porém, é apenas um detalhe na exportação brasileira de armamentos não só para a Arábia Saudita, como também para vários países do Oriente Médio e do Norte d…

Bagdá anuncia que irá tomar postos de fronteira no Curdistão com ajuda de Irã e Turquia

O Ministério da Defesa do Iraque informou que está planejando tomar o controle de postos de fronteira localizados no Curdistão em coordenação com forças da Turquia e do Irã, conforme relatou a agência Reuters.


Sputnik

Mais cedo, Bagdá havia dito que três comboios militares seriam enviados para o Curdistão, região que realizou um referendo de independência com amplo apelo popular nesta semana. 


Combatentes curdos iraquianos Peshmerga em cerimônia de graduação de treinamento em Arbil, capital da Região Autônoma do Curdistão, no norte do Iraque.
Curdos iraquianos Peshmergas © AFP 2017/ Safin Hamed

Apesar das exigências do poder central, o governo curdo se recusa a atender as exigências da capital, que inclui a transferência do controle de fronteiras.

Irã e Turquia, países com grandes populações curdas, estão entre os maiores preocupados com as possíveis consequências da criação de um Estado curdo no Oriente Médio, se colocando totalmente contra o referendo, que, na verdade, só não foi condenado pelo Estado de Israel.


Postar um comentário