Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan: exército sírio parou de avançar para Afrin

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, declarou que as tropas do governo sírio deixaram de avançar para a cidade de Afrin "após consultas", realizadas pelo líder turco nesta segunda-feira.
Sputnik

As tropas do governo sírio "foram realmente detidas ontem (segunda-feira)", afirmou Erdogan, segundo a agência de notícias Anadolu. Segundo o chefe de Estado, isso aconteceu "após consultas". No entanto, Erdogan não especificou à que consultas estaria se referindo.


Nesta segunda-feira, o líder turco discutiu a situação em Afrin durante conversa telefônica com seus homólogos russo e iraniano, Vladimir Putin e Hassan Rouhani.

Erdogan também afirmou que as milícias pró-governo que tentaram entrar em Afrin nesta terça-feira, e que foram repelidas pelas tropas turcas, o fizeram por iniciativa própria.

"A milícia síria decidiu entrar em Afrin por conta própria. Isso é inaceitável e não ficará sem resposta", alertou Erdogan.

Anteriormente, a imprensa infor…

Compra dos veículos russos Terminator: a única coisa que Israel e Síria concordam

Inimigos declarados, Israel e Síria parecem concordar apenas em um único assunto: o interesse na compra de veículos de combate russos Terminator (BMPT).


Sputnik

O interesse foi revelado nesta quinta-feira por Alexander Shevchenko, chefe da Diretoria Principal de Tanques Armados-Automotivos do Ministério da Defesa da Rússia.


Veículo de apoio Terminator (arquivo)
Veículo de apoio Terminator © Sputnik/ Sergei Mamontov

"Este ano, as Forças Armadas da Rússia receberão um veículo de uma classe fundamentalmente nova — um veículo de combate com tanques. Muitos países, principalmente Israel e Síria, mostraram interesse neste veículo", disse Shevchenko.

Outros detalhes a respeito do interesse de Tel-Aviv e Damasco pelos veículos não foram revelados.

O Ministério da Defesa assinou um contrato com a empresa Uralvagonzavod para entregas de um primeiro lote de veículos Terminator para o Exército russo durante o recente fórum militar do Exército de 2017.


Postar um comentário