Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial americano joga culpa para Israel pelo ataque às forças sírias

No domingo (17), a mídia síria relatou ataque ao povoado sírio Al-Harra, província de Deir ez-Zor, na fronteira com o Iraque, supostamente realizado pela coalizão internacional, liderada pelos EUA, tendo como alvo forças governamentais. Porém, um oficial americano culpou Israel pelo ataque.
Sputnik

Anteriormente, uma fonte militar relatou à mídia síria que drones "provavelmente americanos" bombardearam Al-Harra, entre Abu Kamal e Al-Tanf.

Segundo dados das Forças de Mobilização Popular iraquianas, o ataque matou 22 soldados iraquianos. O Observatório Sírio de Direitos Humanos, por sua vez, disse que o número total de vítimas corresponde a 52 pessoas, citado pelo Haaretz.

"Entre [os mortos] estão ao menos 30 militares iraquianos e 16 sírios, incluindo soldados e membros da milícia leal ao governo", afirmou à mídia o chefe do Observatório Sírio, Rami Abdel Rahman.

Comentando a notícia, o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Adrian Rankine-Galloway, descartou que W…

Coreia do Norte desloca caças MiG-29 e Trump adverte sobre a opção militar ‘devastadora’

O presidente dos EUA Donald Trump, fez uma advertência para a Coreia do Norte nesta terça-feira, dizendo que os EUA estão preparados para usar ações militares “devastadoras”, se necessário – ao mesmo tempo em que dois oficiais de defesa dos EUA disseram à CNN que o país rebelde deslocou um pequeno número de jatos de combate, tanques de combustível externos e mísseis ar-ar para uma base em sua costa leste para aumentar a prontidão militar.


Poder Aéreo

Os oficiais não foram além de dizer que um pequeno número de ativos foi movido pelo regime para um aeródromo conhecido na parte leste do país.

MiG-29 da Coreia do Norte

O movimento foi visto em imagens de satélite nos Estados Unidos e é visto como um esforço norte-coreano para aumentar sua prontidão militar no setor oriental. Isso daria à aeronave a capacidade de voar para o leste além da seu alcance estimado de 900 milhas.

As imagens até agora observaram aviões MiG-29 no local. Alguns mísseis e tanques de combustível estão nos aviões, mas por enquanto, nenhum jato carrega os tanques de combustível externos e os mísseis ao mesmo tempo.

Na segunda-feira, o regime da Coreia do Norte ameaçou abater as aeronaves dos Estados Unidos que perto do seu litoral, mesmo que estejam no espaço aéreo internacional.

Ambos os funcionários da defesa disseram que os EUA mantêm vigilância aérea e capacidade de radar suficiente na região para saber se qualquer aeronave militar da Coreia do Norte decolou.

Trump também respondeu à ameaça da Coreia do Norte para derrubar aeronaves dos EUA na terça-feira.

Falando ao lado do primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, Trump reiterou que os EUA estão “totalmente preparados” se tiverem que usar a opção militar, dizendo que a ação militar na Coreia do Norte seria “devastadora”.

“Se tomarmos essa opção, será devastador – devastador – para a Coreia do Norte”, disse Trump no Rose Garden durante uma coletiva de imprensa. “É a chamada de opção militar”.

“Ele está agindo muito mal”, disse Trump sobre o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un. “Ele está dizendo coisas que nunca deveriam ser ditas”.

Trump disse que os EUA estavam respondendo às provocações de Kim, mas insistiu que suas respostas eram apenas uma resposta à retórica de Pyongyang. Ele também criticou a situação lá, dizendo que ela foi deixada uma “bagunça” pelas administrações anteriores.

“Eu vou consertar a bagunça”, disse Trump. “Vamos ver o que acontece”.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas