Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial americano joga culpa para Israel pelo ataque às forças sírias

No domingo (17), a mídia síria relatou ataque ao povoado sírio Al-Harra, província de Deir ez-Zor, na fronteira com o Iraque, supostamente realizado pela coalizão internacional, liderada pelos EUA, tendo como alvo forças governamentais. Porém, um oficial americano culpou Israel pelo ataque.
Sputnik

Anteriormente, uma fonte militar relatou à mídia síria que drones "provavelmente americanos" bombardearam Al-Harra, entre Abu Kamal e Al-Tanf.

Segundo dados das Forças de Mobilização Popular iraquianas, o ataque matou 22 soldados iraquianos. O Observatório Sírio de Direitos Humanos, por sua vez, disse que o número total de vítimas corresponde a 52 pessoas, citado pelo Haaretz.

"Entre [os mortos] estão ao menos 30 militares iraquianos e 16 sírios, incluindo soldados e membros da milícia leal ao governo", afirmou à mídia o chefe do Observatório Sírio, Rami Abdel Rahman.

Comentando a notícia, o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Adrian Rankine-Galloway, descartou que W…

Coreia do Norte responde ao voo de aviões dos EUA mostrando como vai destruí-los

Horas depois de bombardeiros estratégicos americanos B-1B terem voado perto das fronteiras norte-coreanas, Pyongyang divulgou uma série de imagens em que se pode ver como a Coreia do Norte pode destruir aviões e porta-aviões norte-americanos.


Sputnik

O portal norte-coreano de notícias DPRK Today publicou um vídeo com imagens manipuladas que representam a destruição de aviões e porta-aviões norte-americanos, informa a agência Yonhap.


Lançamento do míssil balístico Pukguksong-2 pela Coreia do Norte
Lançamento do míssil balístico norte-coreano Pukguksong-2 © REUTERS/ KCNA

Entre outras coisas, as imagens mostram como um míssil norte-coreano Pukguksong abate um bombardeiro estratégico norte-americano Rockwell B-1B Lancer.

Ontem (23) escoltados por caças, bombardeiros da força aérea norte-americana B-1B Lancer sobrevoaram a costa da Coreia do Norte para exibir poder militar dos EUA.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas