Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Coreia do Norte responde ao voo de aviões dos EUA mostrando como vai destruí-los

Horas depois de bombardeiros estratégicos americanos B-1B terem voado perto das fronteiras norte-coreanas, Pyongyang divulgou uma série de imagens em que se pode ver como a Coreia do Norte pode destruir aviões e porta-aviões norte-americanos.


Sputnik

O portal norte-coreano de notícias DPRK Today publicou um vídeo com imagens manipuladas que representam a destruição de aviões e porta-aviões norte-americanos, informa a agência Yonhap.


Lançamento do míssil balístico Pukguksong-2 pela Coreia do Norte
Lançamento do míssil balístico norte-coreano Pukguksong-2 © REUTERS/ KCNA

Entre outras coisas, as imagens mostram como um míssil norte-coreano Pukguksong abate um bombardeiro estratégico norte-americano Rockwell B-1B Lancer.

Ontem (23) escoltados por caças, bombardeiros da força aérea norte-americana B-1B Lancer sobrevoaram a costa da Coreia do Norte para exibir poder militar dos EUA.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas