Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Coreia do Sul detecta gás radioativo após testes nucleares da Coreia do Norte

A Coreia do Sul comunicou na quarta (13) que encontrou traços do gás radioativo xênon após o último teste nuclear da Coreia do Norte, mas não conseguiu concluir se foi realmente testada uma bomba de hidrogênio, tal como Pyongyang afirma.


Sputnik

A Comissão da Segurança e Salvaguardas Nucleares afirmou que o seu detector de xênon instalado na parte nordeste do país detectou vestígios do isótopo xênon-133 em nove ocasiões, enquanto o equipamento móvel da costa oeste do país identificou traços deste isótopo 4 vezes, informa a Reuters. 


Produção nuclear
© AFP 2017/

"Foi difícil perceber a potência do teste nuclear pela quantidade de xênon detectado, mas podemos afirmar que o xênon era proveniente da Coreia do Norte", comunicou o comissário executivo Choi Jongbae em coletiva de imprensa em Seul.

A comissão não pode concluir que tipo de teste foi realizado, sublinhou ele.

O xênon-133 é um isótopo radioativo que não surge naturalmente. O seu surgimento está conectado com os testes da Coreia do Norte.


Postar um comentário