Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Moscou revela fotos de material bélico dos EUA nas posições do Daesh

O Ministério da Defesa da Rússia publicou na sua conta no Facebook fotos aéreas de posições do Daesh (organização proibida na Rússia), perto da cidade de Deir ez-Zor, nas quais se vê material bélico dos EUA.
Sputnik

"Graças às fotografias aéreas captadas entre 8 e 12 de setembro de 2017, perto das posições do Daesh foi detectado um grande número de veículos blindados norte-americanos Hummer que estão em serviço das forças especiais dos EUA", informou o ministério.


Segundo o ministério, nas fotos é claramente visível o posicionamento das forças especiais dos EUA em pontos de apoio que anteriormente foram equipados pelos terroristas. Nas fotos não há nenhuns vestígios de ataques, bem como de confrontos com os terroristas ou crateras provocadas por ataques aéreos realizados pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

"Embora os pontos de apoio dos destacamentos das Forças Armadas dos EUA estejam nas zonas das atuais posições do Daesh, não existem quaisquer vestígios de pre…

Coreia do Sul detecta gás radioativo após testes nucleares da Coreia do Norte

A Coreia do Sul comunicou na quarta (13) que encontrou traços do gás radioativo xênon após o último teste nuclear da Coreia do Norte, mas não conseguiu concluir se foi realmente testada uma bomba de hidrogênio, tal como Pyongyang afirma.


Sputnik

A Comissão da Segurança e Salvaguardas Nucleares afirmou que o seu detector de xênon instalado na parte nordeste do país detectou vestígios do isótopo xênon-133 em nove ocasiões, enquanto o equipamento móvel da costa oeste do país identificou traços deste isótopo 4 vezes, informa a Reuters. 


Produção nuclear
© AFP 2017/

"Foi difícil perceber a potência do teste nuclear pela quantidade de xênon detectado, mas podemos afirmar que o xênon era proveniente da Coreia do Norte", comunicou o comissário executivo Choi Jongbae em coletiva de imprensa em Seul.

A comissão não pode concluir que tipo de teste foi realizado, sublinhou ele.

O xênon-133 é um isótopo radioativo que não surge naturalmente. O seu surgimento está conectado com os testes da Coreia do Norte.


Postar um comentário