Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Coreia do Sul mostra suas armas mais potentes no Dia das Forças Armadas (VÍDEO)

A cerimônia, que foi acompanhada pelo presidente sul-coreano Moon Jae-in, envolveu a participação de 3,7 mil pessoas e foi transmitida pela televisão.


Sputnik

Na quinta (28) a Coreia do Sul mostrou seus sistemas de artilharia, incluindo os novos mísseis balísticos, durante o Dia das Forças Armadas, reporta a Yonhap.


Sistema de mísseis americano ATACMS adquirido pelas Forças Armadas da Coreia do Sul
Sistema de mísseis norte-americanos ATACMS da Coreia do Sul © AFP 2017/ KIM JAE-HWAN

Entre as armas apresentadas na cerimônia estavam os mísseis balísticos Hyunmoo-2 e os mísseis de cruzeiro Hyonmoo-3. Estes sistemas são elementos-chave da plataforma de defesa de "três eixos" da Coreia do Sul: o Sistema de Ataque Preventivo Cadeia de Matar, a Defesa Aérea e Antimíssil da Coreia (KAMD, em inglês) e o Esquema de Punição e Retaliações Massivas da Coreia (KMPR, em inglês).

Foram ainda mostrados o Sistema de Mísseis Táticos do Exército (ATACMS) e a arma guiada antitanque Hyungung, os mísseis de defesa aérea Patriot PAC-II e os mísseis terra-ar M-SAM, Taurus e Slam-er.

A cerimônia envolveu a participação de mais de 3,7 mil pessoas e foi transmitida ao vivo por um canal de televisão nacional.

De acordo com a agência de notícias, o presidente sul-coreano Moon Jae-in inspecionou os armamentos e as tropas na cidade de Pyeongtaek, a 70 quilômetros a sul de Seul, na sede da Segunda Frota da Marinha. A unidade é responsável pela defesa das águas ocidentais a sul da Linha de Limite Norte (NLL), que é de fato a fronteira marítima entre as duas Coreias.


Postar um comentário