Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Correspondente da Sputnik sofre bombardeio em Deir ez-Zor, na Síria

Uma bomba explodiu ao lado do veículo do correspondente da Sputnik na cidade síria de Deir ez-Zor. O funcionário da agência saiu ileso, mas os fragmentos do projétil detonados quebraram a janela do carro e danificaram a carroceria.


Sputnik

Durante o tiroteio, o correspondente estava fora do veículo e conversava com oficiais do exército sírio no distrito da cidade de Bhelie. O grupo terrorista Daesh (autodenominado Estado Islâmico) bombardeia diariamente os bairros residenciais de Deir ez-Zor. Em 21 de setembro, sob bombas terroristas, quatro pessoas morreram e mais de dez ficaram feridas com sérios ferimentos.


Um homem é visto perto de dois lançadores múltiplos de foguetes Grad perto de Deir ez-Zor em setembro de 2017
Lançadores múltiplos de foguetes Grad próximos a Deir ez-Zor © Sputnik/ Kamel Saqr

A cidade de Deir ez-Zor esteve sob domínio dos terroristas do Daesh por mais de três anos até que o exército sírio, com a ajuda da aviação russa, conseguiu quebrar o cerco na semana passada.

As hostilidades na Síria já causaram mais de 400 mil mortes, de acordo com estimativas de altos funcionários da ONU.


Postar um comentário