Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Drones do Exército britânico só voam com 'céu de brigadeiro'

Novos drones das Forças Armadas britânicas Desert Hawk III não podem voar quando está chovendo, informou o jornal Sunday Times com referência a fontes.


Sputnik

Segundo o jornal, os drones foram comprados em 2007 para uso no Iraque e Afeganistão. O Ministério da Defesa britânico gastou 11,8 milhões de libras (R$ 50 milhões) e mais 3,3 milhões de libras (R$ 14 milhões) para assistência técnica aos veículos não tripulados.


Resultado de imagem para Desert Hawk III
Drone Lockheed Martin Desert Hawk III

O Ministério da Defesa declarou que os Desert Hawk "são usados regulamente em manobras no Reino Unido". O Sunday Times sublinhou que esses drones foram enviados à Estônia onde se encontram tropas britânicas no âmbito da missão da OTAN. Entretanto, quando chove, os drones desse modelo não podem voar e caem. "Eles não conseguem se orientar e por isso aceleram e depois entram em voo picado", disse uma das fontes ao jornal.

Em alguns casos, devido às falhas dos seus drones, o Ministério da Defesa usou drones de uma empresa privada, informou Sunday Times.

A empresa norte-americana Lockheed Martin, o produtor da Desert Hawk, declarou por sua vez que para usar esses drones com chuva é necessária uma atualização do software.


Postar um comentário