Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha e Aeronáutica do Brasil auxiliam buscas a submarino argentino desaparecido, diz ministro

Segundo Raul Jungmann, três navios e um avião brasileiros já foram disponibilizados. Última vez que o submarino militar com 44 pessoas a bordo manteve contato com a base foi na quarta-feira (15).
Por G1, Brasília

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, publicou em seu perfil no Twitter neste sábado (18) que três navios da Marinha brasileira "já estão auxiliando" nas buscas a um submarino argentino que desapareceu com 44 tripulantes a bordo.

Ainda segundo o ministro, a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou um avião para também ajudar na procura pelo submarino e um segundo avião "será deslocado para apoiar as buscas do submarino argentino desaparecido" a partir deste domingo (19).

O submarino militar ARA San Juan manteve contato com a base pela última vez na manhã de quarta-feira (15), quando estava no sul do Mar Argentino, a 432 quilômetros da costa patagônica do país.

De acordo com a FAB, o primeiro avião disponibilizado pelo Brasil decolou, com 18 tripulantes, às 17…

EI contra-ataca forças governamentais em campo petroleiro da Síria

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) contra-atacou nesta segunda-feira as forças governamentais sírias no campo petroleiro de El Tim, situado em uma zona desértica da província nordeste síria de Deir ez-Zor, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.


EFE

O ataque dos extremistas derivou em combates entre ambos os grupos no sul da jazida, que é controlado pelos soldados leais do presidente sírio, Bashar Al-Assad.

Resultado de imagem para estado islamico
Terroristas do Estado Islâmico (Daesh)

O exército sírio recuperou ontem o domínio dos montes que separam esse campo de petróleo do aeroporto militar de Deir ez-Zor.

Este contra-ataque coincide hoje com a chegada de reforços de soldados, veículos e equipamento para as forças governamentais na cidade de Deir ez-Zor.

Nos últimos dias, as forças armadas sírias ganharam terreno frente aos extremistas na cidade e na província homônima, onde milícias curdas e seus aliados iniciaram no sábado uma operação contra o EI que transcorre em paralelo.

Estas ofensivas ocorrem ao mesmo tempo que o ataque das Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança liderada pelos curdos, em Raqqa, o outro reduto do EI na Síria.

Postar um comentário