Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Em Nova York, chanceler da Coreia do Norte diz que ameaças de Trump parecem latidos

Enviado aos EUA para a Assembleia Geral da ONU, o ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, minimizou as ameaças feitas pelo presidente dos EUA, Donald Trump, em seu primeiro discurso na organização. Segundo ele, as declarações de Trump soaram como um "latido".


UOL

O chanceler norte-coreano falou com jornalistas no hotel em que está hospedado em Nova York. "Se Trump acha que pode nos assustar com um latido, este é realmente um sonho canino", disse o ministro, citado pela agência de notícias sul-coreana Yonhap. O ministro referia-se a um provérbio norte-coreano que diz que um sonho canino seria algo absurdo que não tem o menor sentido.

Ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho | Mark Schiefelbein/AP

Perguntado sobre a expressão "Homem Foguete", apelido dado por Trump ao ditador norte-coreano, Kim Jong-un, o chanceler disse "Tenho pena dos assessores dele".

Ri Yong-ho deve discursar na Assembleia da ONU na sexta-feira, e se reúne com o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, no sábado.

Em seu primeiro discurso na Assembleia, Trump fez ameaças diretas ao governo de Kim Jong-un --ele advertiu que se a atual escalada de tensões --provocada pelos testes nucleares e de mísseis de Pyongyang-- resultar em um conflito aberto, a Coreia do Norte será totalmente destruída.

"Os Estados Unidos têm um grande poder e paciência, mas se forem forçados a se defender e defender seus aliados, não teremos outra opção a não ser destruir totalmente a Coreia do Norte. O 'homem-foguete' está em uma missão suicida, para ele e para o regime", disse o presidente em referência ao líder norte-coreano, Kim Jong-Un.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas