Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Em Nova York, chanceler da Coreia do Norte diz que ameaças de Trump parecem latidos

Enviado aos EUA para a Assembleia Geral da ONU, o ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, minimizou as ameaças feitas pelo presidente dos EUA, Donald Trump, em seu primeiro discurso na organização. Segundo ele, as declarações de Trump soaram como um "latido".


UOL

O chanceler norte-coreano falou com jornalistas no hotel em que está hospedado em Nova York. "Se Trump acha que pode nos assustar com um latido, este é realmente um sonho canino", disse o ministro, citado pela agência de notícias sul-coreana Yonhap. O ministro referia-se a um provérbio norte-coreano que diz que um sonho canino seria algo absurdo que não tem o menor sentido.

Ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho | Mark Schiefelbein/AP

Perguntado sobre a expressão "Homem Foguete", apelido dado por Trump ao ditador norte-coreano, Kim Jong-un, o chanceler disse "Tenho pena dos assessores dele".

Ri Yong-ho deve discursar na Assembleia da ONU na sexta-feira, e se reúne com o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, no sábado.

Em seu primeiro discurso na Assembleia, Trump fez ameaças diretas ao governo de Kim Jong-un --ele advertiu que se a atual escalada de tensões --provocada pelos testes nucleares e de mísseis de Pyongyang-- resultar em um conflito aberto, a Coreia do Norte será totalmente destruída.

"Os Estados Unidos têm um grande poder e paciência, mas se forem forçados a se defender e defender seus aliados, não teremos outra opção a não ser destruir totalmente a Coreia do Norte. O 'homem-foguete' está em uma missão suicida, para ele e para o regime", disse o presidente em referência ao líder norte-coreano, Kim Jong-Un.

Postar um comentário