Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia quer ajudar Iraque a combater curdos em Kirkuk

A Turquia informou nesta segunda-feira que estava pronta para ajudar o governo iraquiano a expulsar os combatentes curdos da cidade de Kirkuk, informou AFP.
Sputnik

Ancara teme que a eventual independência do Curdistão iraquiano pode desencadear movimentos semelhantes entre a população curda na Turquia e saudou a operação das forças iraquianas para expulsar as forças do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) de Kirkuk.


"Estamos prontos para qualquer forma de cooperação com o governo iraquiano de modo a acabar com a presença do PKK no território do Iraque", disse o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

O Conselho de Segurança Nacional do Iraque afirmou neste domingo que considerará a presença de militares curdos em Kirkuk como um "declaração de guerra".

Na segunda-feira, as forças iraquianas tomaram amplos territórios nos arredores da cidade, bem como uma base militar, um aeroporto e um campo petrolífero.

Em 2014, as tropas peshmerga curdas …

EUA e Cabo Verde assinam novo acordo de cooperação militar

Estados Unidos da América e Cabo Verde assinam um novo acordo de cooperação militar. O novo ‘Status Of Forces Agreement’ (SOFA) fornece a base legal para a cooperação de defesa e segurança.


RFI

Estados Unidos da América e Cabo Verde assinam, esta segunda-feira, um novo acordo de cooperação militar. O documento abre a porta à presença de forças americanas no arquipélago.


Resultado de imagem para cabo verde
Cabo Verde

O novo ‘Status Of Forces Agreement’ (SOFA) fornece a base legal para a cooperação de defesa e segurança além de possibilitar uma ampla variedade de actividades relacionadas com a defesa dos dois países.

O novo acordo estava a ser negociado há vários anos e será assinado esta segunda-feira, em Washington, pelo primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, que se encontra na sua primeira visita oficial àquele país.

O documento agora a ser rubricado define os termos da cooperação militar com os Estados Unidos e o estatuto dos soldados norte-americanos em território cabo-verdiano.

A ferramenta permitirá ainda trabalhar em conjunto para resolver assuntos como segurança marítima, combate ao tráfico e prestação de assistência humanitária.

No dia 15 de Setembro passado, o ministro caobo-verdiano dos Negócios Estrangeiros e também da Defesa, Luís Filipe Tavares destacava a importância do novo acordo de cooperação militar entre os Estados Unidos e Cabo Verde: "é um acordo importante. Vai garantir melhores condições de defesa e segurança do nosso país".

O acordo já criou mal estar entre o chefe de Estado e o do Governo. Na semana passada, Jorge Carlos Fonseca afirmou que “não houve um consentimento prévio” sobre o acordo SOFA.

Em entrevista à Rádio de Cabo Verde, a partir dos Estados Unidos, o primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva disse que o Presidente da República foi devidamente informado sobre o acordo.


Postar um comentário