Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

EUA e Cabo Verde assinam novo acordo de cooperação militar

Estados Unidos da América e Cabo Verde assinam um novo acordo de cooperação militar. O novo ‘Status Of Forces Agreement’ (SOFA) fornece a base legal para a cooperação de defesa e segurança.


RFI

Estados Unidos da América e Cabo Verde assinam, esta segunda-feira, um novo acordo de cooperação militar. O documento abre a porta à presença de forças americanas no arquipélago.


Resultado de imagem para cabo verde
Cabo Verde

O novo ‘Status Of Forces Agreement’ (SOFA) fornece a base legal para a cooperação de defesa e segurança além de possibilitar uma ampla variedade de actividades relacionadas com a defesa dos dois países.

O novo acordo estava a ser negociado há vários anos e será assinado esta segunda-feira, em Washington, pelo primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, que se encontra na sua primeira visita oficial àquele país.

O documento agora a ser rubricado define os termos da cooperação militar com os Estados Unidos e o estatuto dos soldados norte-americanos em território cabo-verdiano.

A ferramenta permitirá ainda trabalhar em conjunto para resolver assuntos como segurança marítima, combate ao tráfico e prestação de assistência humanitária.

No dia 15 de Setembro passado, o ministro caobo-verdiano dos Negócios Estrangeiros e também da Defesa, Luís Filipe Tavares destacava a importância do novo acordo de cooperação militar entre os Estados Unidos e Cabo Verde: "é um acordo importante. Vai garantir melhores condições de defesa e segurança do nosso país".

O acordo já criou mal estar entre o chefe de Estado e o do Governo. Na semana passada, Jorge Carlos Fonseca afirmou que “não houve um consentimento prévio” sobre o acordo SOFA.

Em entrevista à Rádio de Cabo Verde, a partir dos Estados Unidos, o primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva disse que o Presidente da República foi devidamente informado sobre o acordo.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas