Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

EUA estão prontos para iniciar Terceira Guerra Mundial por Deir ez-Zor?

Washington está criando as condições para o início da Terceira Guerra Mundial na Síria, disse o especialista militar russo Konstantin Sivkov. Sivkov disse à agência FAN que Washington está pronto para desencadear uma carnificina na Síria e assim atingir seus próprios objetivos no Oriente Médio.


Sputnik

"Os EUA querem a todo custo criar uma configuração vantajosa do futuro Estado curdo para garantir o controle sobre todas as ligações importantes na região. Para fazer isso, Washington está pronto para tudo", declarou Sivkov.


Edifícios destruidos em Deir ez-Zor
Deir ez-Zor © REUTERS/ Khalil Ashawi

Ao contrário do Kremlin, a Casa Branca não vê como objetivo principal a luta contra o terrorismo, mas a consolidação da sua posição no Oriente Médio, posição que está perdendo pouco a pouco.

Por esta razão, Washington pode provocar uma escalada da guerra perto de Deir ez-Zor.

Os avanços do exército sírio, apoiado pela Força Aeroespacial russa, forçou a coalizão internacional liderada pelos EUA a desviar sua atenção da cidade síria de Raqqa e lançar as Unidades de Proteção Popular curdas (YPG) e outras forças para Deir ez-Zor.

Confrontos diretos entre as tropas sírias e forças curdas podem ocorrer na região perto de Deir ez-Zor.

Sivkov também não exclui a possibilidade de que as forças da coalizão internacional possam voltar a entrar no conflito e atacar mais uma vez as posições sírias.

O Oriente Médio, uma região rica em petróleo, é muito importante para os EUA e requer muita atenção por parte de Washington.

"Para os EUA, a Síria é um teatro de operações que já possui toda a infraestrutura militar necessária. Na região existe um sistema desenvolvido de bases: no Bahrein, Qatar, Arábia Saudita e em Israel", afirmou o especialista.


Postar um comentário