Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém

O ex-chefe da inteligência saudita, o Príncipe Turki al-Faisal, criticou o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel, em uma das mais acentuadas reações do reino aliado de Washington no Oriente Médio.
Sputnik

Em uma carta a Trump publicada em um jornal saudita nesta segunda-feira, o príncipe Turki, um ex-embaixador em Washington que agora não ocupa nenhum cargo do governo, mas continua influente, chamou a decisão de uma estratagema política doméstica que provocaria violência.


"O derramamento de sangue e o caos definitivamente seguirão sua tentativa oportunista de ganhar eleitoralmente", escreveu o príncipe Turki em uma carta publicada no jornal saudita al-Jazeera.

Trump inverteu décadas de política dos EUA e virou do consenso da crítica internacional na semana passada, reconhecendo Jerusalém como a capital de Israel. A maioria dos países diz que o status da cidade deve ser deixado para negociações entre Israel e os pales…

Exército sírio cruza Eufrates a leste de Deir ez-Zor e avança contra Daesh

O exército sírio e forças aliadas cruzaram na segunda-feira (18) o rio Eufrates a leste de Deir ez-Zor e começaram a limpar os arredores na zona norte da cidade, informou um correspondente da Sputnik.


Sputnik

Equipes de engenheiros estabeleceram uma ponte de barcas que permitiu deslocar os destacamentos de assalto juntamente com equipamento bélico para a zona a norte de Deir ez-Zor após ter sido criado um perímetro de segurança de três quilômetros.


Militares sírios se preparando para cruzar o rio Eufrates na zona de Deir ez-Zor
Militares sírios na travessia do rio Eufrates © Sputnik/ Mikhail Alayeddin

Em questão de horas, destacamentos de assalto conseguiram expulsar os militantes do grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia) de várias aldeias e continuam avançando, fazendo com que os extremistas recuem para norte, em direção à cidade de Al-Mayadeen.

O exército regular destruiu vários veículos artilhados do Daesh, eliminou mais de dez militantes, fez vários outros prisioneiros e destruiu posições de fogo.

No entanto, os terroristas continuam oferecendo forte resistência, tentando impedir o avanço das forças governamentais sírias.

Na semana passada, as tropas sírias venceram a resistência dos jihadistas perto do aeródromo de Deir ez-Zor, que estava cercado pelo Daesh desde janeiro do ano passado.

Em 17 de setembro, o exército sírio libertou o povoado de Al-Jaffrah do Daesh.


Postar um comentário